Você está aqui: Home Cotidiano Detran aponta que mulheres se envolvem menos em acidentes

Detran aponta que mulheres se envolvem menos em acidentes

Apenas 25% dos acidentes de trânsito envolvem mulheres

Quem é mais prudente no trânsito? O homem ou a mulher? Segundo pesquisa do Detran do Acre, os homens se envolvem mais em acidentes. A participação das mulheres no trânsito tem aumentado, e mesmo assim, elas aparecem menos nas estatísticas de acidentes.

Maisa Paiva, 19 anos, está concluindo as aulas na autoescola com expectativa de em breve se tornar independente no trânsito. Sempre que precisa vir a Rio Branco ela encara horas em dois tipos de transporte: ônibus e embarcação. Ela mora no Projeto Moreno Maia, região rural da capital. “Vai ser mais rápido pra chegar e resolver minhas coisas,” argumenta.

A jovem afirma que ao pegar a carteira vai dirigir com atenção, por que sabe os riscos que o trânsito oferece.

Segundo dado estatístico do Detran/AC, as mulheres estão envolvidas em 25% dos acidentes de trânsito registrados em 2016, enquanto os homens aparecem como condutores em 75% dos acidentes. “A gente acredito que isso se deve pela própria feminilidade. As mulheres são cautelosas, generosas, prudentes. Elas observam as regras de circulação e condução”, comenta a diretora administrativa do Detran, Alana Albuquerque.

Para a futura condutora Maisa, as mulheres se envolvem menos em acidentes, por que são mais habilidosas e prudentes. “Os homens pelo fato de confiarem muito em si não respeitam a sinalização. As mulheres por serem mais calmas, são mais prudentes”, opina.

Para o instrutor de autoescola Ranieri Barbosa, há um equilíbrio entre homens e mulheres que dirigem prudentemente. “Tem homem que dirige de uma forma agressiva. As mulheres são mais observadoras, tem mais cuidado, mas não vamos generalizar por que tem homens que são ótimos motoristas”, pondera.

De acordo com pesquisa do Observatório Nacional de segurança viária (ONSV), construído com base em informações do Ministério da Saúde, a cada 10 vítimas fatais em acidentes de trânsito, oito envolvem homem ao volante.

Segundo a estatística do Detran, em 2016 existiam no trânsito do Acre cerca de 150 mil homens e 73 mil mulheres. Dois anos antes, em 2014, eram 139 mil homens ao volante no estado, enquanto o público feminino era de 64 mil. Os números podem dar uma perspectiva da participação dos sexos no trânsito e sugerir opiniões, mas uma coisa é certa: a responsabilidade é a mesma para todos ao dirigir.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado