Você está aqui: Home Cotidiano Protesto de servidores pressiona por isonomia salarial

Protesto de servidores pressiona por isonomia salarial

Iapen diz, em nota, estar aberto à negociação

Os servidores administrativos de nível superior do Iapen (Instituto de Administração Penitenciária do Acre) fizeram uma manifestação nas escadas do palácio das secretarias para pedir isonomia salarial.

São psicólogos, assistentes sociais, contadores, administradores e advogados que trabalham no atendimento aos presos. Nessa segunda-feira, largaram as salas fechadas para cobrar do Estado igualdade salarial.

Segundo o sindicato da categoria, enquanto qualquer servidor com o mesmo nível de formação ganha mais de R$ 7 mil de salário base, os funcionários do Iapen estão com a faixa de R$ 3.350.

Segundo os servidores, desde 2011 não foi repassado reajuste salarial para a categoria. Por isso, existe uma defasagem de 60% dos salários do servidor do Iapen para o mesmo profissional de outras secretarias.

“O nosso trabalho só aumenta. Uma psicóloga que trabalha em um presídio é responsável por atender em média 250 presos”, contou José Janes, presidente do sindicato. Os trabalhadores fizeram o movimento esperando uma resposta do Iapen.

Nota do Iapen

A direção do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) reconhece as manifestações realizadas por servidores que trabalham na parte administrativa do órgão. No ato, os manifestantes reivindicam melhorias salariais.

A direção enaltece os esforços, dedicação e zelo de cada servidor no desempenho das suas funções e ressalta que está aberta à negociação.

Martin Hessel

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado