Você está aqui: Home Cotidiano No Acre, Correios podem entrar em greve

No Acre, Correios podem entrar em greve

Programa de Demissão Voluntária motiva mobilização

Os trabalhadores dos Correios podem deflagrar greve por tempo indeterminado a partir da semana que vem. A categoria está sendo chamada para uma assembleia geral que visa discutir a possível paralisação. Entre as reivindicações está o descontentamento com programa de demissões voluntárias e fechamento de agências.

A partir do dia 26 de abril, os trabalhadores das agências dos Correios podem entrar em greve em todo país. No Acre, o objetivo é mobilizar cerca de 500 funcionários da estatal que estão descontentes com uma série de ações promovidas pela direção nacional dos Correios.

A assembleia geral convocada para a próxima quarta-feira, às 17 horas, visa debater:

- Reforma da previdência e trabalhista

- Fechamento de agências

- Programa de demissões voluntárias

- Manutenção de serviço público de qualidade e

- Suspensão de férias.

"Os Correios não tem assumido papel com inteira responsabilidade de resolver os problemas. Inclusive suspendeu as férias dos trabalhadores no período de um ano alegando que a empresa está no prejuízo. O Correio não está no prejuízo", afirma o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Correios e Telégrafos do Acre (Sintect/Acre), Edson Pinheiro.

Segundo o sindicalista, uma auditoria está finalizando análise da saúde financeira dos Correios e o resultado deve ser divulgado em breve. A possível greve, de acordo com o sindicato, quer alertar contra a precarização nos serviços e a retirada de direitos dos trabalhadores.

"O que está faltando é gestão. Além dessa gestão dentro dos Correios hoje, estamos necessitando que os grupos políticos partidários deixem de influenciar dentro dos Correios e deixem de participar com essas indicações políticas", finaliza Pinheiro.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado