Você está aqui: Home Cotidiano Consumidores fazem pesquisas em postos para economizar

Consumidores fazem pesquisas em postos para economizar

Aumento do combustível já chegou às bombas no estado

Com o novo reajuste, o motorista acreano está pagando em média R$ 0,10 a mais pelo litro da gasolina. No diesel o aumento foi de R$ 0,10 em média. Sem ter como fugir da nova política de preços da Petrobras, o consumidor está correndo atrás agora é do melhor preço.

"Há pouco tempo aumentou e aumentar mais R$ 0,20 centavos de novo? Deveria arredondar logo pra R$ 5,00, por que tá difícil" lamenta o motoboy, Fábio Cunha.

Pra quem usa o combustível pra trabalhar o aumento impacta o orçamento. "A gente continua abastecendo o mesmo tanto, o mesmo valor, mas a quantidade de combustível diminuiu. Para o consumidor é muito ruim", disse o vidraceiro, Sebastião Medeiros.

A reclamação entre os consumidores é unânime. "Muito pesado por que de três em três dias tem que abastecer, tá pesando”, afirma a estudante Charlene Tojal.

De R$ 4,23, a gasolina comum passou para R$ 4,43, em média. O diesel comum que era 3,80 agora está R$ 3,90, dependendo do posto. O diesel S10 que passou por muito tempo na casa dos R$ 3,00, agora está com o litro a R$4,02 em média.

Em nota o Sindicato dos postos de combustíveis do Acre disse que não tem atribuição para tratar de preço de combustíveis, seja majoração ou redução. A entidade afirma também que vê com preocupação a nova política de preços da Petrobrás que reajusta os produtos constantemente. Segundo o sindicato com isso, o consumidor é levado a pensar que o vilão é o posto, quando na verdade o revendedor está no final da cadeia de distribuição.

A nota também reforça que a carga tributária que representa mais de 50% do preço final ao consumidor torna os combustíveis ainda mais caros.

A Petrobras justificou em seu site que o aumento aconteceu após o furacão Harvey fechar refinarias nos Estados Unidos e levar a uma disparada nos valores de referência do combustível

No final de agosto a companhia já havia anunciado reajustes de 4,2% e 2,7% para a gasolina.

E como o consumidor reage diante dessa situação?

"É seguir a lógica mesmo da pesquisa, ver os meios de pagamento, e economizar", disse o engenheiro Gerônimo Brasil.

No posto em que Gerônimo abasteceu o pagamento a vista representa mais combustível no tanque. O litro sai por R$ 4,24, ou seja, fica no preço antigo, sem os R$ 0,20 centavos do novo reajuste.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado