Você está aqui: Home Cotidiano Dnit intensifica fiscalização de pesagem na BR-364

Dnit intensifica fiscalização de pesagem na BR-364

Rotina mostra ineficiência, dadas as condições da estrada

Todos os anos, quando começa o período de chuvas no Acre, portarias limitam as cargas na BR-364 entre Sena Madureira e Cruzeiro do Sul. Este ano, o Dnit começou a recuperar alguns trechos até Tarauacá. Para não ver os serviços perdidos, quer evitar os caminhões com peso excessivo.

A portaria que passa a valer a partir dessa terça-feira proíbe na rodovia carretas acima de seis eixos. E mesmo com seis eixos o peso da carga não pode ultrapassar 42 toneladas. Com 5 eixos no máximo 35 toneladas; com 4 eixos, 24 toneladas e com 3 eixos, 18 toneladas.

Os caminhões com combustíveis podem levar a carga cheia, mas, a regra para mais de seis eixos continua valendo.
Em Cruzeiro do Sul, a geração de energia elétrica é feita com motores, e com isso, existe um grande consumo de óleo diesel. A Guascor não consegue armazenar e por isso existe um fluxo de caminhões todos os dias de Rio Branco à Cruzeiro do Sul.

Os empresários do município estão reclamando que pode faltar combustível se as cargas maiores foram impedidas e rodar na BR.

O superintendente do Dnit, Thiago Caetano, avisou que não haverá exceção, e está pedindo que os comerciantes passem a buscar combustível em balsas direto de Manaus no Amazonas. “Se deixarmos as carretas com peso excessivo logo a estrada não terá condições de tráfego. É preciso cuidar dos serviços que já foram feitos”, avisou.

O Dnit vai usar a balança que fica no município do Bujari para pesar os caminhões, e em Sena Madureira outra equipe vai fiscalizar as notas fiscais. Esse controle será mantido até acabar o período de chuvas.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado