Você está aqui: Home Cotidiano Famílias ainda não se recuperaram de enxurrada

Famílias ainda não se recuperaram de enxurrada

FGTS pode ajudar na compra de móveis que foram perdidos

A vida das vítimas da enxurrada que ocorreu em Rio Branco nos dias 13 e 14 de fevereiro desse ano ainda não voltou ao normal. Foram mais de 277 milímetros de chuva durante 10 horas. Praticamente todos os igarapés da capital transbordaram e atingiram 45 bairros, 245 ruas e cerca de 3 mil famílias.

Agora, passados pouco mais de dois meses do caso, a Caixa Econômica Federal e a prefeitura anunciaram que as vítimas que possuem saldo no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) podem sacar o benefício.

O autônomo Sérgio Gaspar ficou mais aliviado com essa notícia. Ele trabalhou sete anos de carteira assinada e não sacou o FGTS. Agora pretende utilizar o recurso para minimizar os prejuízos que ficaram após a enxurrada.

Gaspar mora numa rua do bairro Recanto dos Buritis. Todas as casas da região ficaram alagadas. O autônomo conta que perdeu geladeira, colchões, camas, máquina de lavar e fogão. “Eu pretendo comprar o material que estragou na minha casa. Eu estou usando fogão emprestado.”

Raildo dos Santos, também autônomo, também perdeu vários bens, como tem saldo no FGTS, vai procurar a caixa para conseguir sacar o benefício, já que segundo ele, não recebeu qualquer assistência do poder público até o momento. “Preciso comprar moveis, essas coisas que foram perdidas. Eu crio três filhos sozinho, então ajuda eu e eles.”

Quem foi atingido por essa enxurrada e tenha saldo no FGTS, pode fazer o agendamento junto à caixa pelos telefones: 9 9955-4163 ou 3212-6318. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O pagamento será realizado entre os dias 2 e 11 de maio.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado