Com 3, 55 m, Rio Acre está abaixo da média para o período

Menos de 2m o abastecimento de água pode ser comprometido

O rio Acre registrou os 3,55 m na manhã desta terça-feira (28) em Rio Branco, bem abaixo da média esperada para o período, que seria de 5 a 6 metros.

De acordo com o Major do Corpo de Bombeiros, Cláudio Falcão, o nível do rio baixou 1,48 m na ultima semana e estabilizou na manhã de hoje, apesar de baixo, o volume das águas ainda não compromete o abastecimento de água da cidade, “o comprometimento do abastecimento e capacitação de água ele começa a partir de um metro e sessenta, um metro e setenta, então fica critico na realidade, mas quando chegamos a dois metros, mesmo assim já é complicado”.

Falcão explicou ainda, o acumulado de chuvas foi de 10,2 mm até o momento, considerado pouco para o mês de maio.

“O que tem mantido o rio Acre, em Rio Branco, com a cota mais elevada? Apesar de que estar abaixo da média para o período. São justamente as chuvas que têm acontecido no interior do estado. No município de Xapuri tem chovido muito, também em Assis Brasil, região do Espalha e Riozinho do Rola, tudo isso abastece o rio Acre, em Rio Branco. A partir do momento que nós tivermos um cessamento de chuvas no interior do estado, aí teremos um decréscimo ainda maior”, explicou o Major.

Vale lembrar que os meses mais críticos ainda virão, sendo eles: julho, agosto e parte de setembro. “Normalmente a parte crítica fica no mês de julho. A partir de julho a situação fica bastante crítica. Estamos monitorando, porque isso afeta a todos”, concluiu.