Mototaxistas manifestam contra o fim do mototaximetro

Categoria sugere uso de aplicativo para cobrança das corridas

Na manhã de hoje (21), mototaxistas se reuniram para manifestar contra a instalação do mototaxímetro. O encontro de parte da categoria se iniciou em frente ao Teatro Plácido de Castro e seguiu até a Câmara de Vereadores.

De acordo com o mototaxista Jonas Vieira, os custos do aparelho e da manutenção são altos, além de não apresentar funcionalidade adequada. Com isso, eles pedem a retirada desse medidor de corridas, que atualmente é obrigatório para conseguir a permissão para trabalhar.

Os vereadores se reuniram com o grupo, e uma das medidas sugerida para solucionar o caso seria por meio de um aplicativo, criado pela prefeitura de Rio Branco, para a cobrança das corridas. Porém, dos mototaxistas credenciados, mais de 400 já instalaram o aparelho, sendo necessário avaliar a situação.