CABECALHO-GAZETA-ESPORTIVA

Sexta, 15 Setembro 2017 13:08

Jogos da Série B do Acriano não empolgam e nível técnico deixa a desejar.

Written by 
Rate this item
(0 votes)

Apenas três equipes disputam o Campeonato Acriano da Série B: São Francisco (capital), Adesg (Quinari) e Náuas (Cruzeiro do Sul). Todos jogam entre si em turno e returno. O time que somar mais pontos fica com a vaga para Série A em 2018. 

Alguns jogadores são semiprofissionais. Ou seja, não recebem salários para jogar e entram em campo por amor ao futebol.
O primeiro jogo, Adesg e São Francisco, ficou em um empate sofrido em 0 a 0. Apesar de apresentar um elenco repleto de garotos, o time católico rivalizou com a equipe do Quinari. A Adesg, com um time recheado de jogadores experientes do futebol local, como Ley e Marcelo Brás, ficou devendo na estreia.

O nível técnico da partida deixou a desejar. Em alguns lances, a bola foi bastante maltratada. Erros de fundamento e falta de criatividade foram vistos com frequência durante a partida de abertura do certame.

Nesta quinta-feira (14), no Florestão, São Francisco e Náuas jogaram pela segunda rodada. O Cacique do Juruá viajou 20 horas desde Cruzeiro do Sul até a Capital, pela "via dolorosa" da BR-364.

Numa partida mais interessante tecnicamente e repleta de gols, São Francisco e Náuas empataram em 3 a 3. Pelas rodadas iniciais, fica claro que o equilíbrio entre as equipes deve acirrar a disputa por uma vaga à Série A até a última rodada.

Senildo Melo é repórter e cronista esportivo. Assina a coluna Gazeta Esportiva (no site AGazeta.Net) e o Balanço Esportivo no programa Balanço Geral AC.

 

Read 170 times

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado