CABECALHO-GAZETA-ESPORTIVA

Terça, 31 Outubro 2017 15:46

Maracanã: de palco histórico a elefante branco

Written by 
Rate this item
(0 votes)

311017-esporte-maracana-divulgacaoO “legado da Copa” não veio: sobrou fatura em dobro ao cidadão

O Governo do Rio de Janeiro e a construtora Odebrecht devem assinar, já na semana que vem, o distrato da concessão do Maracanã. O rompimento formal faz parte de um processo que já corre há meses. As partes estão em fase final de troca de documentos e informações e o trâmite está perto de ser finalizado.

Na prática, isso significa que os envolvidos estabelecerão uma data limite para uma nova licitação. Caso o poder público não cumpra o prazo determinado, a construtora entrega a chave e vai embora. A expectativa é que um novo processo seja concluído em 2018.

Esse é apenas mais um capítulo de uma história que já rendeu até mesmo a prisão do ex-governador Sérgio Cabral. Provas apontaram o envolvimento de Cabral em desvio de recursos destinados à obra de reforma do estádio para a Copa do Mundo de 2014.

Grandes empresas de evento esportivo entram no páreo para arrendamento daquele que um dia já foi considerado o maior estádio do mundo. Mas, que, com a reforma, perdeu de vez o encantamento. Dois clubes tradicionais do Rio (Fla-Flu) tentam unir forças para disputar a licitação e em forma de parceria fazer a gestão do estádio.

Enquanto isso, os clubes cariocas seguem tendo prejuízos quando jogam no atual Maracanã. As taxas cobradas pela concessionária que administra o estádio chegam a ser abusivas. No jogo Vasco 1 x 1 Coritiba, houve 30 mil pagantes e uma renda de quase R$ 1 milhão. E o Cruz de Malta levou para São Januário uma renda de apenas R$ 38 mil líquido.

Isso mostra o quanto a corrupção está enraizada em todos os setores da sociedade. Até mesmo o futebol, carro chefe do mundo esportivo, paga um alto preço pelas decisões equivocadas que levaram o Brasil a sediar a Copa do Mundo de 2014. O tal “legado da Copa” não veio. Mas, a conta não fecha e o brasileiro paga duas vezes: pelos impostos e pela corrupção.

Senildo Melo é cronista esportivo e assina a coluna Gazeta Esportiva e o Balanço Esportivo, na TV Gazeta.

Read 128 times

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado