17 Maio 2017 Written by 

Por que um empreendimento público como a ampliação do Huerb (cuja obra está há 9 anos em execução) não é prioridade comparada ao Museu dos Povos Acrianos, anunciado para funcionar a partir do meio do ano que vem?

Me ajuda

Deputada federal Jéssica Sales (PMDB) foi pedir ajuda ao colega Wherles Rocha (PSDB), quando viu a reação das ruas às reformas de Temer. Pediu explicações e vaticinou: “Voto com você. Do jeito que você votar, eu voto”.

Dúvida

Caso a deputada Eliane Sinhasique e o vereador Roberto Duarte, ambos do PMDB, consigam segurar os egos, farão uma dobradinha muito interessante na Assembleia Legislativa. Se... conseguirem evitar o confronto; Se... conseguirem evitar a disputa; Se... que não seja um museu a separá-los tão longe da campanha!

Fraquíssima

Não é de agora que a coluna aponta a base de sustentação do governador Tião Viana (PT) como desmaiada de tão fraca. E não é por culpa dos deputados, não. Falta alguém no palácio para embasar os deputados. Uma assessoria tipo linha direta, para pensar respostas. Sai muito mais barata que o desgaste que o governo sofre à toa na Assembleia Legislativa.

Fraquíssima II

No caso dos R$ 32 milhões que serão investidos em construção de museus e espaços culturais, por exemplo, o governo apanhou que nem cachorro de índio. Só porque não teve um abençoado para dizer que o projeto é de 10 anos atrás. Quando o país vivia uma lua de mel com o crescimento econômico. Bastava dizer isso para conter a enxurrada da oposição que apresenta problemas atuais. Mas, não houve ninguém...

Ainda

Ainda falando sobre o Museu dos Povos Acrianos... é bom os gestores do Governo pensarem outro argumento que não seja o da “defesa da Cultura”. Esse argumento é hilariante. Mesmo porque ninguém falou que é contra “investir em Cultura”. Todos são a favor. O que se questionou está fundamentado em duas linhas de raciocínio, basicamente: 1º) a prioridade da obra e 2º) a falta de consulta sobre a obra em si.

Difícil

Uma equação: por que um empreendimento público como a ampliação do Huerb (cuja obra está há 9 anos em execução) não é prioridade comparada ao Museu dos Povos Acrianos, anunciado para funcionar a partir do meio do ano que vem? Alguém deve dizer que "não se trata disso. Uma coisa nada tem a ver com a outra"... etc etc. Mas, o fato é este: semana passada, o Governo do Acre anunciou uma obra incomum para ser inaugurada ano que vem, enquanto um hospital está há quase uma década sem dizer a que veio.

Ou está ou não está

Os governos (municipais, estaduais, federais, universais) vivem dizendo que “o dinheiro está curto”; “que a receita teve queda”; “que o momento é de crise”. Ora, ora, D. Aurora, se o cenário é este, não seria mais lógico respeitar os espaços de memória já existentes e usar o dinheiro do empréstimo em outros setores da gestão?

Quem é quem

Quando se fala em promoção e valorização de bens culturais, há duas referências na gestão pública: FHC e Lula. Aquele pelo aperfeiçoamento da Lei Rouanet e este por melhorar todo o sistema de produção cultural na gestão de Gilberto Gil.

Ou será

Será que algum palaciano apressado vai dizer que, a partir de agora, a Turquia, Inglaterra, Itália e França vêm aprender sobre museus em Rio Branco no Acre?

Paralisação

Professores da Escola Integral estão em pé de guerra. Eles aceitaram o trabalho dobrado pela promessa de receber um adicional em forma de bolsa. Ocorre que a bolsa não foi paga até agora. Os professores decidiram esperar até o próximo dia 10. Se até lá a bolsa não for paga, vão paralisar as escolas integrais.

Manobra?

Deputado Heitor Júnior (PDT) deixou para a hora em que a CPI da Sehab ia ser instalada, para alegar motivos pessoais para não participar. Por causa disso a instalação teve que ser adiada para a semana que vem. Jesus Sérgio (PDT) também alegou os mesmos motivos. O PDT, então, retirou sua indicação.

Manobra? II

O interessante é que os dois deputados tiveram tempo suficiente para pensar e agir, uma vez que o presidente Lourival Marques (PT) ficou fora por cerca de 15 dias em tratamento de saúde. Mas, só perceberam que apesar de Jamil Asfury ter saído do PDT, a esposa dele permanece no partido, no momento da instalação da CPI. Conta outra!

Adiou

O PDT adiou a instalação da CPI, mais uma vez. Se na próxima semana o PTN também alegar motivo (seja qual for) para não participar será mais um adiamento e não se sabe aonde vão dar. O deputado Gehlen Diniz (PP), autor da CPI, não descarta as possibilidades de o governo ganhar tempo.

Chega lá

Se os outros partidos da base de sustentação usarem da mesma estratégia e forem se recusando a participar, daqui a pouco chega em outro partido de oposição que não vai dispensar a oportunidade. Seria mais interessante, a situação colocar o pé no freio, porque os holofotes quer queiram, quer não, vão estar todos direcionados para o funcionário da Polícia Federal, ex-secretário de Habitação, Jamil Asfury.

Brincadeira

Nos bastidores do poder, tem gente que brinca que a sorte de algumas pessoas muito próximas ao governador é que em CPI não existe “Delação Premiada”. É bom não apostar nisso.

Profissional

Campanha para o Senado não é coisa para amador. A pré-campanha do deputado Ney Amorim (PT), a uma das vagas do Senado mostra o quanto o rapaz é profissional. Quando ele colocar o exército de formiguinhas que possui na rua, vai mudar o cenário da eleição. Já tem gente dentro do PT reavaliando a questão, com base na rejeição que o nome do senador Jorge Viana encontra nos bairros da Capital.

Desastrados

Vereador N-Lima (DEM) não gostou nem um pouco da ida do deputado federal Alan Rick para o partido dele. E não ficou calado. Já o deputado Jesus Sérgio (PDT) criou um problema para a direção do partido ao criticar o diretor do Deracre, Cristóvão, que estava com a caneta na mão para se filiar ao PDT.

Sugestões, críticas e informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado