01 Agosto 2017 Written by 

Um dos poucos consensos estabelecidos pelos números foi o presidente Temer e a forma como governa o país. Em Rio Branco, o homem é quase unanimidade: 80% desaprovam. No interior, 73%.

Pesquisa

Pesquisa TV Gazeta Vox Populi deu o que falar. É claro que é uma sondagem apenas. Uma luzinha em uma festa que será muito iluminada. Ainda há muita coisa por acontecer. Pesquisa é um retrato de um instante. Nada está definido.

Pesquisa II

Quem é acostumado à rotina política sabe que uma pesquisa feita com mais de um ano do pleito não define nada. Mas, é uma referência. Pode ajudar aos candidatos a mudar rumos e ajustar condutas.

Temer

Um dos poucos consensos estabelecidos pelos números foi o presidente Temer e a forma como governa o país. Em Rio Branco, o homem é quase unanimidade: 80% desaprovam. No interior, 73%.

Desempenho presidencial

O desempenho do presidente (que guarda relação com a eficácia das ações de governo) piora um pouco menos na avaliação do eleitor. Na média entre Capital e interior, fica com 67% como desempenho “negativo”.

Mais simples

Falando de forma mais simples: o presidente Temer não consegue fazer o que tem que ser feito e não encontra nenhuma empatia com o eleitor.

46 x 46

No voto estimulado, o Governo do Acre está absolutamente empatado. Com margem de erro em 4 pontos percentuais, a pesquisa apontou 46% para Gladson Cameli (PP) e 46% para Marcus Alexandre (PT). É um retrato leal ao cenário de absoluto acirramento.

Redes sociais

Uma das novidades que se consolidam é a importância das redes sociais como meio de informação do eleitor. 29% acessam sites especializados em notícias, o mesmo percentual que se informa por meio da televisão. Nem todo mundo sabe manusear rede social por meio de celular; nem todos têm um celular com internet potente e com um plano de telefonia que permita ficar horas a fio lendo as caras, bocas e feitos de potenciais candidatos. Mas, o fato é que a pesquisa aponta que, no Acre, a internet é que, no mínimo, é um meio de comunicação que não pode ser desprezado por ninguém.

Senadores

A performance para Senado não trouxe muita novidade, além do surpreendente 4º lugar para Petecão. Engana-se quem pensa que o senador pelo PSD não tenha força para mudar radicalmente o cenário. Petecão sempre foi bom de campanha. E tem uma simpatia difícil de ser superada.

Rocha

Rocha em terceiro não chegou a ser surpresa. Mas, consolida a ideia de que ele tem, pessoalmente, que mudar a postura sectária. O deputado tem que se viciar em conseguir construir consensos, de aglutinar, de dialogar realmente disposto a ceder em um instante para conseguir reunir gente a sua volta no momento seguinte. É um exercício que ele não tem feito.

Sugestões, críticas e informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado