01 Novembro 2017 Written by 

Gladson Cameli (PP) concordou em formar um chapão para disputar as vagas de deputado federal e estadual com o PMDB. Cedeu à pressão de Vagner Sales que faz qualquer coisa para reeleger a filha Jéssica Sales.

Pressão

Deputados de oposição já não sabem se consideram Jairo Carvalho (PSD) como um igual. Eles alegam que o parlamentar coloca seus interesses pessoais acima de tudo. Mas, a defesa de Jairo aos feitos do governo da FPA pode ter uma conotação mais profunda: um acordo que vem sendo ventilado entre Jorge Viana (PT) e Sérgio Petecão (PSD).

Olhos abertos

A turma do dedo em riste alerta o deputado Ney Amorim (PT) para a possibilidade de traição da turma do PSD, que estaria fechada com a turma de Viana para descarregar o segundo voto de Senado em JV. Apesar das declarações de amor incondicional feitas na tribuna da casa, pelo deputado Jairo Carvalho. O jogo é bruto.

Fogo ...

Aliás, o PT é especialista em detonar seus próprios aliados e até os próprios filiados. Os adeptos dessa teoria acham que o prefeito Marcus Alexandre foi exposto à situação vexatória pelos caciques do partido que o querem bem longe da disputa para não atrapalhar os planos.

... amigo

Para esse grupo de atentos senhores, a detonação de Marcus Alexandre aconteceu porque perceberam que, se ele se eleger governador, vai frustrar os planos de Jorge Viana de voltar a assumir o Governo do Estado. Nesse caso, a mexida no tabuleiro seria ampla. Marcus inviabilizado, o PT sacaria do bolso a candidatura de Nazareth Lambert que concordaria de pronto em só ficar um mandato tampão, à espera de Jorge Viana.

Amigo?

O problema de Marcus Alexandre é que ele cresceu muito além do planejado para ele e já bateu com a cabeça no teto. O boneco de madeira criou vida própria e passou a ameaçar os planos dos Gepetos. Decididamente, política não é para amadores. Principalmente a política do Acre.

Equivalentes

Os irmãos Viana representam para a FPA o que o deputado federal Flaviano Melo representa para a oposição. Os primeiros, como crias do segundo, ratificam a máxima que quem sai aos seus não degenera.

Mão de ferro

A mão de ferro de Flaviano Melo no PMDB está descontentando diversos segmentos dentro do partido. Vagner Sales, o Leão do Juruá, é um dos que está se sentindo desgostoso. O problema é que Flaviano é amigo do presidente Temer e do ministro Eliseu Padilha. Poder é o que não lhe falta!

Lascou

Deputados e candidatos do PP estão em pé de guerra com o candidato ao governo da oposição. Gladson Cameli (PP) concordou em formar um chapão para disputar as vagas de deputado federal e estadual com o PMDB. Cedeu à pressão de Vagner Sales que faz qualquer coisa para reeleger a filha Jéssica Sales, ameaçada pela candidatura do primo do prefeito Iderley Cordeiro de Cruzeiro do Sul.

Lascou II

Os deputados do PP avaliam que esse acordo vai dificultar muito a eleição deles. Pode até resultar em fracasso eleitoral. Principalmente no que se refere à candidatura de federal. Nelson Sales pode ter dado um tiro no pé ao sair do PV.

Delação

Bate na coluna informação que Sérgio Ricardo, afastado da direção do Dsei (Departamento de Saúde Especial Indígena), não descarta a possibilidade de fazer uma delação premiada. Se isso acontecer, afirmam, pelo menos uma candidatura do PMDB vai para o espaço.

Delação II

Os pratos sujos escondidos no Dsei e no Incra são de arrepiar! No Incra, então!!!... Tem umas histórias cabulosas de ordem de combustível e marmitex que podem abalar Paris/Texas.

Apoio trocado

Quando alguém anuncia “apoio” a um determinado candidato, o pessoal que orbita em torno da política local já traduz como: “acertaram o valor”. No caso do apoio do sogro de um deputado de oposição ao candidato ao governo da FPA, o apoio foi condicionado ao aluguel de um prédio do apoiador.

Em família

Nada demais, quando se sabe que o genro do “apoiador” da candidatura de Marcus Alexandre (PT) comprou briga com a oposição inteira por causa de uma bolsa de estudos para um familiar dele.

Sífilis

Os casos de sífilis no Acre aumentam. Só em 2017 (até a primeira quinzena de outubro) já são 459 casos de sífilis adquiridas ou em gestantes.

Em gestantes

Os casos em gestantes assustam quando se observa a Capital. Em 2017, já são registrados 169 casos em Rio Branco, 14 em Cruzeiro do Sul e 10 em Epitaciolândia. Gestantes com sífilis são um problemão para a saúde pública. A possibilidade de a criança ter sequelas é enorme. E sequelas graves. O que representa mais custo para o poder público. Sem contar, o comprometimento da qualidade de vida de mãe e bebê.

Expõe

O que a situação acaba expondo também é a prática do sexo seguro. Anda em baixa entre os jovens.

Sugestões, críticas e informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado