30 Janeiro 2018 Written by 

Fonte do Governo do Acre garante: o Palácio Rio Branco já trabalha com a possibilidade de derrubada do veto do governador Tião Viana no que se refere ao Pró-Saúde.

Campanha pura

Fonte do Governo do Acre garante: o Palácio Rio Branco já trabalha com a possibilidade de derrubada do veto do governador Tião Viana no que se refere ao Pró-Saúde. O deputado Raimundinho da Saúde já se articulou pelo parlamento e avisou: vai colocar duas mil pessoas em ato político pelo que chama “defesa do emprego dos trabalhadores”.

Derrota

É uma derrota que deixa nu não só o rei no Governo. Expõe o grito que toda a silenciosa base de sustentação resolveu dar ao próprio Palácio Rio Branco. Com o seguinte recado: “em ano eleitoral, o meu bocado primeiro”.

Indenização

O Governo do Acre diz não ter os R$ 77 milhões necessários para indenizar os trabalhadores.

Desarmonia

Fato é que a relação entre o Gabinete Civil e o deputado Raimundinho da Saúde azedou de vez. Não há mais diálogo. Tentou-se. Mas, entre ficar de bem com a Casa Rosada e acalantar a base sindical, Raimundinho não teve dúvidas: jogou para galera.

OS

As Organizações Sociais vieram para ficar. A proposta de gestão, que não tem simpatia nenhuma por parte de setores mais tradicionais da esquerda, já é realidade em vários estados do país e o Acre não quer ficar de fora. O edital foi aberto e as empresas que se habilitarem vão abocanhar um filão de R$ 10 milhões a R$ 11 milhões mensais, no caso do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco.

Produtividade

Jesus Sérgio (PDT) lidera o ranking dos deputados mais produtivos do legislativo estadual, seguido de perto por Jenilson Lopes (PCdoB). Os dois parlamentares unem a apresentação de projetos e indicações ao bom uso da tribuna e participação nos debates. Porque é preciso lembrar que o parlamento é a casa de parlar, falar, debater e não apenas de apresentação de projetos.

Produtividade II

De nada adianta encher as comissões com um número infindável de projetos e indicações que juntas não meio projeto em termos de importância. Propostas como criação do “Dia disso e daquilo”, por exemplo poderiam ser extintas. Dentre as leis absurdas criadas em nossos parlamentos, pode-se destacar “O dia do Fusca em Rio Branco” e o “Dia da Joia Folheada”, no interior de São Paulo.

Sobre Leis

Segundo os sites especializados, a média é de 18 novas leis por dia no Brasil. O equivalente a 6.865 novas leis todos os anos. Boa parte delas impossíveis de serem até aprovadas. Um estudo mostrou que no Rio de Janeiro 80% das leis aprovadas são inconstitucionais. O que significa que trabalham muito, mas mal.

... e cães

Em Porto Alegre (RS), o vereador Rodrigo Maroni (PR) apresentou um projeto que obriga a população da capital gaúcha a adotar cães e gatos de rua. O projeto também estabelecia a contratação de psicólogos pelo município. Esses profissionais teriam que visitar as residências dos animais adotados.

Vencedora

Mas, a Lei mais Bizarra já aprovada foi a que criava um aeroporto para discos voadores. O Aeroporto Interespacial de Barra do Garças (MT) não saiu do papel. Mas, desde 1995, dizem que os Et’s rondam a região sem ter onde pousar.

Sugestões, críticas e informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado