02 Fevereiro 2018 Written by 

Um terceiro áudio do candidato ao Senado pelo MDB está prestes a chegar ao conhecimento da população. Quem ouviu jura que esse atinge em cheio o candidato da oposição ao Governo do Acre, Gladson Cameli.

Terceiro áudio

Um terceiro áudio do candidato ao Senado pelo MDB está prestes a chegar ao conhecimento da população. Quem ouviu jura que esse atinge em cheio o candidato da oposição ao Governo do Acre, Gladson Cameli (PP).

Terceiro áudio II

Gladson Cameli já foi informado dessa terceira gravação. Inclusive do conteúdo. E não está nada satisfeito.

Terceiro áudio III

Quem ouviu garante que Marcio Bittar (MDB) afirma em alto e bom som que apoia o nome do deputado Alan Rick (DEM) para vice, porque Alan é do grupo dele (Marcio) e vai ajudá-lo a chegar ao Governo do Estado.

Forma

Nessa terceira gravação, Marcio Bittar diz ainda que em caso de vitória da oposição, quem vai governar é o vice. E é, por isso, que o vice precisa ser Alan.

Pau cantou

O pau cantou na reunião do PSDB, ontem. Grupo ligado ao presidente da executiva municipal, Francineudo Costa, que, por sua vez, é ligado a Eduardo Veloso, queria porque queria a retirada do nome de Mara Rocha da disputa ao Senado.

Decisão

Uma reunião com representantes de todos os partidos de oposição está marcada para o próximo dia 16. A lavagem da roupa suja, portanto, tem data e há quem aposte que todos os partidos, inclusive parte do MDB vá defender a retirada de Marcio Bittar da disputa pelo Senado.

Vetos & ...

Caso os deputados derrubem o veto do governador à transformação do Pró-Saúde em autarquia, o governador terá o prazo de 48 horas para sancionar a Lei. Se não o fizer, a matéria volta para o Legislativo e o presidente terá que sancionar.

... votos

A especulação nos bastidores é sobre quem presidirá a sessão, no dia fatídico. Se o presidente, Ney Amorim (PT) e o vice-presidente Éber Machado (PSDC) estiverem viajando, caberá ao autor do projeto, que é segundo vice-presidente, a tarefa de sancionar a Lei.

Camisa de varas

Essa pode ser uma armadilha bem armada, para Raimundinho. Se ele sancionar a Lei e transformar o Pró Saúde em autarquia, poderá ser ele o responsabilizado na ação de Crime de Responsabilidade que o Governo do Estado pretende dar entrada, após a Lei ser sancionada.

Bocalom descartado

Bocalom não pode ser descartado pela direção nacional como se fosse uma nulidade. Ele não é. Ao menos do ponto de vista eleitoral, é visto (inclusive por petistas) como um nome com possibilidades reais de se eleger à Câmara Federal. E nenhum partido anda desperdiçando um parlamentar federal assim a torto e a direito.

Bocalom Descartado II

Por isso, o presidente do DEM Nacional, José Agripino, vai ter que construir uma narrativa que acalante os ânimos de Bocalom e também não melindre o deputado Alan Rick (DEM/AC), um possível voto a favor da Reforma da Previdência, a prioridade do momento do presidente Temer. Caso a reforma seja adiada para 2019, a força de Alan perde força na articulação.

Juruá

Há alguma novidade nessa briga entre Ilderlei e Vagner Sales? Só mesmo para quem não conhece o MDB e seus tentáculos gulosos.

Sugestões, críticas e informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado