06 Fevereiro 2018 Written by 

Aos poucos, cresce uma tendência interna na Frente Popular de fazer com que o vice de Marcus Alexandre seja Cesar Messias. Com muita capilaridade política no Vale do Juruá, Messias tem o que Emylson não tem: voto.

Mudança...

O recesso parlamentar provocou uma significativa mudança no deputado Gehlen Diniz (PP). Diniz, que entrou de recesso afinado com o partido que dá sustentação ao presidente Michel Temer, voltou das férias se posicionando contra Temer.

... visível

Na sessão solene de abertura do ano legislativo de 2018, Gehlen Diniz disse em alto e bom som que não considera Michel Temer (MDB) um presidente legítimo para implantar reformas. Que isso deve ser deixado para um presidente eleito.

Antes tarde

Deputado do PT comentou: “o Gehlen é lento de raciocínio. A gente vem dizendo isso desde que tiraram a Dilma. O bom da história é que agora eles já estão reconhecendo que foi golpe”.

Golpe...

Não é só o DEM que vive sua crise interna. No PSDB, a briga entre o diretório municipal e o estadual está séria. A estadual decidiu que a prioridade do partido é a candidatura de Mara Rocha ao Senado, além, é claro, da reeleição dos seus parlamentares e o aumento das bancadas. Claramente, o presidente estadual disse que vice não é prioridade.

... interno

Pois bem, a municipal se reuniu e reiterou o apoio a Eduardo Veloso para vice de Gladson Cameli (PP). Desafiou a estadual. Em tempo: foi o presidente da municipal do PSDB, Francineudo Costa, quem articulou a filiação de Eduardo Veloso ao partido tucano.

Lucro

O banco Itaú anunciou lucro referente a 2017: R$ 24 bi. O que comprova que a crise só afeta os pobres. Senão, como explicar um aumento de 12% nos lucros em plena crise? A miséria de muitos engorda a conta bancária de poucos.

Carnaval Real

O presidente Michel Temer vai passar o Carnaval em um balneário no RJ. Leva 60 serviçais para servir a família real. Vinte destes apenas para atender à mulher dele, Marcela. Detalhe: presidente e comitiva viajam em avião da FAB. O avião fará duas viagens para levar todas as coisas do presidente. Também, gente, serão quatro dias! Quatro dias não são quatro horas.

Sem comparação

Faltam acrianos no ativismo nacional. Já imaginaram a confusão que os acrianos fariam? Nunca perdoaram a 1ª Dama por gostar de carnaval. Imagine se ela exigisse serviçais em viagem!

Mudanças?

O cenário de crise porque passa a segurança pública, ao menos nos bastidores, está migrando para a rotina política de Emylson Farias. Aos poucos, cresce uma tendência interna na Frente Popular de fazer com que o vice de Marcus Alexandre seja Cesar Messias. Com muita capilaridade política no Vale do Juruá, Messias tem o que Emylson não tem: voto.

Mudanças? II

Não há nada que desabone o nome de Emylson. Nenhuma mácula na gestão pública. Mas, o cenário não é dos melhores para a pasta que representa. Sofre internamente pela fidelidade que manteve a Tião Viana durante oito anos de gestão. É verdade que o assunto ainda não foi formalmente discutido na cúpula da Frente Popular. Resta saber qual vai ser o grupo interno que vai contestar a escolha de Tião Viana.

Sem prejuízos

Há algumas “leituras” de integrantes da própria FPA que avaliam: “há diversas maneiras de fazer essa mudança sem causar melindres e sem desrespeitar ninguém”.

Guizo

Essa dúvida ainda não foi formalmente posta na mesa da FPA. Ninguém contestou a decisão de Tião Viana em relação ao vice. “Mas, se o cenário continuar como o atual, é provável que haja revisão”.

Sugestões, críticas e informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado