04 Abril 2018 Written by 

Pegou mal o carro do governador sair da Casa Rosada cantando os pneus, enquanto os policiais militares realizavam um ato de protesto em frente à sede administrativa do governo.

Mudança

Até o momento, conta-se 10 trocas entre o primeiro e segundo escalão de governo em função da campanha eleitoral. Cinco secretários, quatro cargos de diretoria e uma assessoria especial deixam os cargos para concorrerem a uma vaga legislativa. Nenhum deles é considerado vencedor, apesar da máquina de governo trabalhar em favor do grupo.

Sonho...

O sonho acalentado pelo governador de ter Suely Melo novamente na chefia da Secretaria de Saúde esbarra no número de processos envolvendo o nome da ex-secretária. Colocá-la à frente da pasta seria abrir mais um flanco para o ataque dos adversários.

... interrompido

A decisão foi deixar Suely onde está. “Na sombra”, mas bem remunerada e sem poder reclamar de trabalho exaustivo e promover Rui Arruda de sub para titular, apesar dos protestos da bancada de sustentação na Assembleia Legislativa. Os parlamentares entendem que com Rui, a coisa tende a piorar.

Dúvida

A dúvida é se Rui Arruda vai manter a oficina ortopédica como seu “Gulag” particular. É para a oficina ortopédica que Gemil Júnior desterra os desafetos que não pode exonerar.

Para onde?

O diretor da oficina ortopédica que estava em vias de devolver o pastor Rodson para o governo foi aconselhado a aguardar a promoção de Rui Arruda à chefia da pasta. A expectativa é que o novo secretário acomode o ex-diretor do Pronto Socorro em algum lugar.

Pegou mal

Pegou mal o carro do governador sair da Casa Rosada cantando os pneus, enquanto os policiais militares realizavam um ato de protesto em frente à sede administrativa do governo. Até porque, na sequência, o governador e a vice viajaram, deixando os militares deflagrando uma greve branca exatamente por quebra de acordo do governo.

Socorro

Entre o medo e o humor, espaço para a criatividade. Populares sugerem que os PM’s aluguem quartos no quartel durante a greve branca que deflagraram hoje em todo o Estado. Dizem que a medida atenderia os dois lados: a população teria segurança, e a PM renda.

Medida

Os PM’s dizem que não estão em greve. Apenas obedecendo a Operação Cumprindo a Lei. Mas, o certo é que apenas 2/3 da polícia está nas ruas para controlar 100% da bandidagem.

Sobre portas

O presidente da Associação dos Militares do Acre, Joelson Dias, usou uma metáfora que tem lógica: “como a porta pode estar aberta se já nos foi dito um ‘não’?”. A fala guarda relação com uma nota do Governo que dizia que a “porta [de negociações] nunca foi fechada”. Na segunda-feira, a AME foi informada por gestores da Segurança de que “nada mais poderia ser feito”. É o que informa a associação. O comando da PM foi acionado, mas não retornou informações ao site para se explicar.

PRF

A nova superintendente da Policia Federal já deu o tom: combate à corrupção e tráfico de drogas. Com currículo especializado em criminologia pelo instituto superior de Ciências Policiais de Portugal, Diana Calazans parece que vai incomodar os superiores: quer aumentar o efetivo em áreas estratégicas da fronteira. Governador do Acre, Tião Viana, estava no evento. Não deu nem entrevista.

Sugestões, críticas e informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado