05 Abril 2018 Written by 

O primeiro produto do Fórum de Desenvolvimento é o Observatório do Setor Produtivo. Muitos leitores podem imaginar que essas instâncias de debate têm pouco efeito prático. A coluna toma a liberdade de discordar.

Onda

Político antigo, daqueles considerados muito sérios, estava todo sorrisos nos corredores da Assembleia Legislativa. O motivo da alegria tem cabelos louros e assessora um prefeito do interior. Relacionamento de muitos anos, afirmam. Mas, o tipo de coisa que pode fazer um estrago na vida familiar e na carreira política.

Pasmados

Apoiadores da candidatura Ney Amorim a senador ficaram indignados com a presença surpresa do senador Jorge Viana (PT) na solenidade de posse dos estudantes do projeto Jovem Senador, na manhã desta quinta-feira.

Pasmados II

Jorge Viana chegou sem ser convidado e entrou o plenário da casa, disseram. Para o pessoal do Ney, “uma tentativa de roubar o brilho do presidente num momento de glória”, com 24 estudantes e seus familiares lotando plenário e galeria.

Pasmados III

Mas, Ney Amorim (PT), que disputa uma das duas vagas ao Senado, não perdeu a compostura. Saudou o concorrente, que está em campanha pela reeleição e ainda concedeu o direito de JV usar a tribuna.

Fedendo

O quiproquó envolvendo os policiais militares e a equipe do governo não acaba e nem fica pouco. PM’s afirmaram hoje (5) que na última reunião, na Sexta-feira Santa, quando tentaram sensibilizar o secretário de Segurança sobre as necessidades da tropa, ouviram dele que o peso dos militares na eleição não é grande como imaginam e que nem estão interessados no voto dos militares.

Fedendo II

Se realmente o secretário disse isso, e quem bateu a conversa para a coluna é pessoa da mais alta credibilidade, certamente não combinou o fato com o prefeito Marcus Alexandre.

Valor

E aquele prefeito do Juruá, hein? Para se eleger fez acordos com o ex-prefeito e os rompeu logo que assumiu. Também, pagar R$ 50 mil mensais e acomodar, gato, cachorro e papagaias do ex-prefeito na prefeitura sai caro pra caramba!

Saída pela tangente

O cacique do Juruá, Vagner Sales (MDB), mudou os planos. Ele queria fazer do filho, prefeito de Cruzeiro do Sul, em substituição a Ilderley Cordeiro (PP), mas uma pesquisa informal mostrou que a aceitação não estava essa bola toda. Por esse motivo, Vagner optou em lançar a esposa, a ex-deputada estadual Antônia Sales, para disputar a prefeitura do 2º município do Estado.

Falta

Estranho que nessa onda de moralização que tomou conta do país ninguém tenha apresentado um projeto impedindo a locupletação de famílias em cargos eletivos. Afinal, o Acre, tão pobre e pequeno, tem vários casos desses. A política no Acre virou uma familiocracia descarada.

... e por falar...

... e por falar em Família? Em que mundo estão os nobres vereadores de Rio Branco? Aprovar um projeto de lei que trata de um suposto Estatuto da Família tem qual importância para os reais problemas da cidade? Visto assim, a Capital do Acre não tem problemas de infraestrutura, de transporte coletivo, de iluminação pública, de calçamento, de Educação, de Saúde. Tudo está tão lindo e asseado que o que importa é legislar sobre valores familiares.

É de lascar!

Preconceituoso, excludente, homofóbico e pode abarcar mil outros adjetivos. Possivelmente, vai encaixar no que o projeto é, de fato. Ah! Tem outro: eleitoreiro. Movimento LGBT respondeu. De forma agressiva, mas compreensiva. Ovo no vereador N. Lima. Não é correto, mas quem se sente excluído raciocina com o instinto.

Até que enfim

O Acre criou ano passado o Fórum Permanente de Desenvolvimento. É uma instância de discussões que integra 13 instituições que tem como meta estabelecer diretrizes de fomentar o crescimento econômico com sustentabilidade ambiental. No Acre, a ideia foi adotada pela Fieac que teve como referência um trabalho já desenvolvido pela Federação das Indústrias de Santa Catarina.

Observatório

O primeiro produto do Fórum de Desenvolvimento é o Observatório do Setor Produtivo. Muitos leitores podem imaginar que essas instâncias de debate têm pouco efeito prático. A coluna toma a liberdade de discordar. Defende a ideia de que, sobretudo em terra onde circula pouco dinheiro, se não houver planejamento, a possibilidade de haver perda é grande.

Sugestões, críticas e informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado