06 Junho 2018 Written by 

A Taxa de Homicídios de Mulheres no Acre para cada grupo de 100 mil habitantes é a terceira maior do país. Entre 2006 e 2016, foi de 27,2%. E a situação fica mais dramática entre 2015 e 2016, quando passamos a 20%.

Empolgação

O deputado Jairo Carvalho (PSD), empolgado com o interesse da imprensa pela audiência pública para debater a “indústria das multas”, trocou as letras do nome do ídolo dele, senador Sérgio Petecão. Ao ser perguntado por jornalistas sobre o partido dele, respondeu que é o PSD. "Com D de Petecão".

Campeão

O diretor do RBTrans, Gabriel Forneck, ostenta o título de "Mais Odiado", dentre todas as figuras do PT. Com a defesa incondicional dos lucros dos empresários do transporte coletivo, ele conseguiu ultrapassar a rejeição popular de Francisco Nepomuceno, o Carioca.

Risco

Gabriel Forneck (PT) caiu tanto em desgraça junto à população que não seria má ideia reforçar a segurança própria.

Feliz?

O vereador Rodrigo Forneck (PT) é o autor da frase mais infeliz da atual legislatura. Rodrigo disse em alto e bom som que: "está feliz com o aumento da tarifa de ônibus". Claro que o resto da frase acrescentava que a felicidade se devia ao fato de os estudantes não terem sido penalizados com o aumento. Mas, o que pegou foi a primeira parte.

Infeliz

O vereador Eduardo Farias (PCdoB) é outro que está jogando sua biografia impecável no lixo para defender o PT, um partido que não hesita em massacrar o PCdoB. Farias culpou a imprensa pela reação negativa da população em relação aos parlamentares por conta do posicionamento em relação ao transporte coletivo.

Reincidente

O ex-prefeito do Bujari Michel (PT) volta a ser alvo de suspeitas. Ele assumiu a Sedens, com a saída de Sibá Machado (PT), que se desincompatibilizou para a campanha eleitoral. A troca na gestão foi efetuada há três meses. E há três meses, os funcionários da empresa terceirizada que prestam serviço na Sedens estão sem receber.

Atitude

Apoiadores da chapa do PSL decidiram tomar uma atitude contra a apropriação das bandeiras do partido pelo candidato ao Senado pelo MDB, Marcio Bittar. Apropriação indébita que prejudica o candidato deles, Paulo Pedrazza. Marcio anda surfando na onda de Bolsonaro.

Concessões

Não adianta chiarem contra a atuação dos protestantes nos hospitais. Apesar de as pessoas que professam outra fé reclamarem, eles vão continuar. Isso faz parte das medidas compensatórias do governo por não ter cumprido a promessa de construir um Hospital Evangélico.

Concessões II

A própria indicação do pastor Rodson para diretor do Huerb já fazia parte do pacote de medidas compensatórias. Parece que a estratégia deu certo. A Associação de Pastores nunca cobrou a promessa do Hospital Evangélico.

Atlas da Violência

A Taxa de Homicídios de Mulheres no Acre para cada grupo de 100 mil habitantes é a terceira maior do país. Entre 2006 e 2016, foi de 27,2%. E a situação fica mais dramática entre 2015 e 2016, quando passamos a 20%. É uma taxa que só perde para os estados do Mato Grosso do Sul e Pernambuco.

Feminicídio

No Acre, para quem acompanha o noticiário policial, percebe que, em alguns casos, é difícil discriminar situações de crimes relacionados a facções e de assassinatos executados pelo fato de a vítima ser mulher.

Números

É preciso, no entanto, ter cuidado na avaliação dos dados. Os números tendem a ser mais impactantes em estados menores, como Acre, Roraima, Amapá, por exemplo. No Norte, Rondônia chama atenção porque entre 2015 e 2016 a variação foi negativa de 14%. Outro dado que chama atenção é Roraima que saiu de uma situação de extrema violência, com taxa de homicídio de mulheres de 56,8% entre 2006 e 2016 para uma variação negativa de 12,8% entre 2015 e 2016.

Fonte

A fonte do Atlas da Violência 2018 é o Sistema de Informações de Mortalidade, do Ministério da Saúde.

Sugestões, críticas e informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado