Domingo, 18 de Agosto de 2019
08 Agosto 2018 Written by 

A ex-deputada federal Antônia Lúcia (PR) é a figura que não pode faltar nas eleições no Acre. Nos bastidores, muita coisa gira em torno do humor dela.

Vergonha alheia

O ex-deputado estadual, eleito pelo antigo PFL, atual DEM, Jamil Asfury, que logo ao assumir se bandeou para a FPA, transformando-se num dos maiores defensores do governo que criticou durante a campanha, bateu continência para o coronel Ulysses. Na convenção do PSL, Asfury perfilou-se na frente de Ulysses e bateu continência, para a surpresa (e críticas), dos presentes.

Paródia

A atuação política de Jamil Asfury virou uma paródia do filme "Uma dobra no tempo". As diferentes faces políticas dele remetem a diferentes dimensões. Elegeu-se como a grande promessa de mais combativo daquela legislatura, respaldado pela atuação como sindicalista. Mal colocou o pé no plenário da Assembleia Legislativa, deu uma guinada para a FPA. Depois do escândalo da Sehab, deu outra guinada para trás. Namorou o MDB e acabou casando com a turma do Bolsonaro.

Medo da Antônia Lúcia

A ex-deputada federal Antônia Lúcia (PR) é a figura que não pode faltar nas eleições no Acre. Nos bastidores, muita coisa gira em torno do humor dela. A paparicação em torno do nome de Eduardo Veloso é uma prova disso.

Medo da Antônia Lúcia II

Os partidos da coligação de amparo a Gladson Cameli (PP) aturam o novato Eduardo Veloso para não provocar Antônia Lúcia. Eduardo não tem votos, mas é pupilo da ex-deputada. O medo é que uma desfeita a ele provoque o rompimento de Antônia Lúcia com os candidatos da oposição e o apoio dela a Ney Amorim (PT).

Demissão

A exoneração do ex-deputado Elson Santiago e dos familiares dele abrigados sob o guarda-chuva do dinheiro público em cargos comissionados só pode ser vista como normal. Cargo em Comissão é cargo de confiança e eles foram para a convenção de Gladson Cameli, manifestar apoio a ele. Nesse caso, o governador criou urubu para lhe comer os olhos.

Ele ou ela

O cacique do Juruá, Vagner Sales (MDB), ora fecha acordos para sua eleição e até para assumir o cargo de presidente do legislativo estadual, ora recua e lança a esposa Antônia Sales. Hoje, 8 de agosto às 15h36min., a candidata é Antônia Sales. Nos próximos minutos, ninguém sabe.

Incrível

Quem diria que a briga de dois políticos, criador e criatura, foi por causa da demissão da amante? Quem manda o Acre ser uma terra de muro baixo? Tudo se sabe!

MP x Governo

MP lança projeto Escola&Família o colégio Carlos Casavecchia, no Xavier Maia. A ideia é envolver os alunos com ações que os afastem da criminalidade. O objetivo do projeto é até simplório não escondesse um probleminha que já é recorrente há algumas administrações do MP.

Parceria

Essa ideia de trabalho do MP “em parceria” com ações de Governo do Estado é preciso ser revista. Não é função do Ministério Público ficar formulando política em parceria com governos. O que um MP aguerrido deve fazer é, amparado pela lei, apontar os erros do Executivo (erros e omissões) e convencer a Justiça com argumentos bem fundamentados.

Óbvio

É óbvio que todos desejam uma sociedade melhor. Mas, é bom que cada instituição faça o seu trabalho para que possa ser responsabilizada naquilo que lhe é de competência. O MP acriano, com exceções, precisa novamente compreender isso. Faz algum tempo que esqueceu.

Sugestões, críticas e informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081



Fique Conectado