05 Outubro 2018 Written by 

Candidato à reeleição que andava comprando votos a rodo no Juruá contabilizou uma baixa nos últimos dias de campanha. É que as promessas financeiras não se concretizaram e os votos acabaram migrando para outros candidatos.

Esgotado

Está esgotado o estoque de calmantes nas drogarias da Capital. Candidatos de todos os matizes políticos sobrevivem à TPE (Tensão Pré-Eleitoral), às custas disso. Outros apelam para a bebida escondidinha por causa da Lei Seca. Mas são poucos os que encaram o processo de cara limpa.

Choque

A maioria dos candidatos está tão nervosa que anda dando choque até na própria sombra. Calma só é vislumbrada nos rostos e nas falas de David Hall (Avante) e Marcus Alexandre (PT).

Frisson

Causou frisson a divulgação de uma foto em que o vice de Gladson Cameli (PP), Wherles Rocha (PSDB), aparece com um adesivo de Ney Amorim (PT). Não deveria. Rocha e Ney são amigos e o tucano gastou muita sola de sapato e fosfato, tentando convencer Ney a sair do PT e se candidatar pelo PSDB.

Frisson II

Na pré-campanha, Rocha nunca escondeu que Ney era o candidato ao Senado que embalava os sonhos tucanos.

Desabafo

O desabafo de Rocha, rotulando Marcio Bittar de “câncer da política acriana” foi usado até no horário eleitoral. Apesar disso, Rocha afirmou que votaria em Marcio apenas para derrotar Jorge Viana (PT). Uma mudança de rumos deve significar o crescimento de Ney Amorim e o aumento das chances do PT derrotar o PT na disputa pelo Senado.

Chances

Nas listas que correm com as contas dos candidatos, são dados como reeleitos em todas as listas, os deputados Jairo Carvalho (PSD), que está sendo colocado como o mais bem votado da “Aliança da Morte”, que reúne MDB e PSD; Raimundinho da Saúde (PODEMOS), que vem com um caminhão de votos da Baixada da Sobral e outro do Juruá; Jenilson Lópes (PCdoB) que reúne o trabalho desenvolvido na região de Jordão e Tarauacá de onde traz os votos que seriam de Jesus Sérgio à rejeição de Edvaldo Magalhães também do PCdoB; Leila Galvão (PT), deve ser a mais bem votada do Alto Acre.

Calote

Candidato à reeleição que andava comprando votos a rodo no Juruá contabilizou uma baixa nos últimos dias de campanha. É que as promessas financeiras não se concretizaram e os votos acabaram migrando para outros candidatos. Do ponto de vista político, o parlamentar em questão não faz diferença nenhuma.

Falta

Alguns candidatos à reeleição de deputado estadual são tão apagados que quando pedem votos para voltar, o eleitor pensa que eles estão querendo voltar para casa, de tão desconhecidos que são. Passaram 4 anos mudos e ainda têm a cara de pau de querer voltar para o parlamento.

Elas

Mara Rocha (PSDB), Perpétua Almeida (PCdoB), Wanda Milani (Solidariedade) e Jéssica Sales (MDB) poderão formar a maior bancada federal feminina da história política do Acre.

Apoio

A família de Anísio Abrahão Davi fechou apoio ao candidato Jair Bolsonaro do PSL. Apesar de mais conhecida pelo jogo do bicho, a família também era ligada ao “terror de Estado” que aterrorizou a Baixada Fluminense no auge da ditadura militar.

Hefesto

MPF/AC apresenta primeira denúncia da “Operação Hefesto”. Os acusados são a empresária e candidata à Câmara Federal, Charlene Maria de Lima; Ednilson Pereira de Aguiar (ex-colaborador na empresa de Charlene); Robson Diego Vidal Barros e Simone Silva de Freitas Félix (atuais colaboradores da empresária). A acusação: crimes de corrupção ativa e obstrução à Justiça.

Quem fez o quê!?

A denúncia do MPF detalha a participação e pede a condenação de cada um dos denunciados conforme suas responsabilidades nos crimes cometidos, sendo que Charlene Lima, Simone Félix e Robson Vidal foram denunciados pelo crime de corrupção ativa e obstrução à Justiça, e pesa contra Ednilson Aguiar a denúncia da prática de obstrução à Justiça. As informações são da assessoria do MPF/AC.

Melhorando

Capes aprova dois programas de mestrado para a Ufac. Um para o campus de Cruzeiro do Sul (Ensino de Humanidades e Linguagens, com linhas de pesquisa em Ensino, Humanidades, Processos Educativos e Culturas) e o outro para o campus de Rio Branco, para a área de Ciência da Computação, com linhas de pesquisa distribuídas em Engenharia de Sistemas de Informação, Inteligência Computacional e Sistemas de Computação.

Sugestões, críticas e informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado