20 Novembro 2018 Written by 

O deputado Raimundinho da Saúde atraiu todas as atenções na sessão desta terça feira, ao afirmar que alguns deputados eleitos não chegarão nem a ser diplomados. Falou a frase bombástica da tribuna da Casa. Disse que não diria os nomes.

Calado

O lado falastrão do presidente eleito Jair Bolsonaro está desagradando até os apoiadores dele no Acre. Hoje (20), o deputado Gehlen Diniz (PP) disse da tribuna da Assembleia Legislativa, em plena sessão, a seguinte frase: “Bolsonaro tem que parar de falar bobagem”.

Acordos

O governador eleito do Acre, Gladson Cameli, ofereceu as secretarias de Administração e Pequenos Negócios para o MDB, além da vice-presidência da Assembleia Legislativa, mas a oferta não atende à voracidade do partido, que não tira os olhos da secretaria de Saúde, já velha conhecida.

Oferta

A secretaria de Educação foi oferecida à deputada Eliane Sinhasique (MDB), que declinou do convite, preferindo a de Pequenos Negócios. Só não foi oficializada ainda porque o partido dela ainda não deu o aval para que assuma.

Fins e fusões

A intenção do governador eleito é diminuir o número de secretarias de Estado. Das atuais 23, a intenção é ficar com 12. Ninguém sabe se conseguirá, assim como a redução dos cargos comissionados que tanto alardeia.

Fusão

A secretaria de Pequenos Negócios é uma das que vão passar pelo processo de fusão. Ela passará a se chamar Secretaria de Pequenos Negócios e Eventos e terá a responsabilidade de cuidar de eventos como a Expoacre por exemplo.

Lascou

Esse ultimato da empresa que fornece as tornozeleiras eletrônicas para o Estado de só aguardar o pagamento até o dia 30 deste mês é preocupante. A empresa, que não recebe o pagamento há 6 meses, ameaça recolher as tornozeleiras, deixando mil presos sem nenhum controle na Capital.

Preocupante

Deputados que formarão a futura base de sustentação do governo Gladson Cameli observam com preocupação a movimentação dos “cabeças brancas”, como são chamados os dinossauros da política, em torno de José Bestene que querem a todo o custo colocá-lo na presidência da Assembleia Legislativa.

Preocupante II

Os parlamentares da base de Gladson sabem que o interesse em colocar José Bestene (PP) na presidência não é por uma causa humanitária. Os interesses são visíveis. Até porque são todos da mesma turma e já estiveram juntos em governos anteriores, se dando bem.

Não passarão

O deputado Raimundinho da Saúde atraiu todas as atenções na sessão desta terça feira, ao afirmar que alguns deputados eleitos não chegarão nem a ser diplomados. Falou a frase bombástica da tribuna da Casa e, na sequência, disse que não diria os nomes. A declaração provocou um corre corre nos bastidores. Jornalistas montaram guarda até na porta do banheiro na esperança de arrancar os nomes.

Não passarão II

São quatro os deputados eleitos que estão na berlinda, segundo as conversas de dentro do plenário: dois que já foram deputados e estavam sem mandato; um que foi reeleito; um novato. Dispensem as orações. Nenhum será impedido de assumir. Todos serão diplomados no dia 19 de dezembro e assumirão os mandatos em primeiro de fevereiro. É a aposta da coluna.

Sugestões, críticas e informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado