23 Novembro 2018 Written by 

A crise do Major Rocha se justifica. Afinal seus dois indicados acabaram não emplacando. Primeiro ele tentou Minoro Kinpara para a secretaria de Educação e levou peia até do próprio partido.

Apressado

O prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB), pode ter muitas qualidades, mas a paciência não é uma delas. Ele se antecipou a declaração oficial de Gladson Cameli e anunciou os “nomeados” para os cargos estaduais em Sena Madureira, na segunda feira. Gladson só anuncia o 1º escalão nesta sexta feira. Mazinho já anunciou até o quarto escalão.

Fora

Após a negativa do procurador João Marques Pires para assumir a Secretaria de Estado de Segurança Pública, o vice-governador, Major Rocha (PSDB), decidiu não indicar mais ninguém. Optou por deixar que Gladson escolha sozinho quem vai comandar tanto essa pasta como as outras. Não vai mais se meter.

Fora II

A crise do Major Rocha se justifica. Afinal seus dois indicados acabaram não emplacando. Primeiro ele tentou Minoro Kinpara para a secretaria de Educação e levou peia até do próprio partido. Depois, quando estava tudo certo para João Pires assumir, o procurador declina do convite. Melhor se recolher mesmo!

Mas...

Daí a dizer que houve rompimento de Rocha com o governo que ainda nem começou... vai uma distância. Mas, a ausência do vice-governador eleito no anúncio do secretariado é um desses exageros dispensáveis. Não há justitificativa. A não ser que a intenção seja espatifar o ninho da pata antes de a festa começar.

Negou

O governador eleito, quando foi abordado sobre o assunto, claro, negou rompimento. E não há rompimento. Claro que não há. Rende manchete, vaidades feridas, mas rompimento mesmo não há.

Dica

É nesse cenário que é preciso observar a necessidade de Gladson analisar com cuidado a ausência de José Bestene do Gabinete Civil. Talvez, ele seja mais necessário perto de Gladson do que cuidando do "ruge-ruge" de sempre do parlamento.

Guerra

A guerra na Assembleia Legislativa está do mesmo tom que a disputa por cargos no próximo governo. Funcionários que não votam apoiando candidatos; políticos que vão ficar sem mandato a partir de 31 de janeiro, se articulando para ganhar uma boquinha, parlamentar contra parlamentar, funcionário contra funcionário dão bem uma ideia de como se leva a vida nos bastidores da política.

Surpresa

A maior surpresa dentro da Assembleia Legislativa foi a indicação do nome do ex-deputado Helder Paiva para assumir a secretaria executiva da Casa. Juram pelos corredores que o nome foi incluído numa negociação entre o presidente que entra e o presidente que sai.

Mudança

Já dos bastidores do executivo municipal vem a informação que a prefeita Socorro Neri vai trocar o secretário de Saúde nos próximos dias. Sai Oteniel Almeida, entra Osvaldo Leal.

Mudança II

Socorro Neri está tentando dar “cara de Socorro” à administração municipal. Oteniel é considerado os olhos e ouvidos do assessor Francisco Nepomuceno: o Carioca. Substituí-lo por alguém da confiança da atual gestão é a intenção.

Mudança III

O problema é que se tem uma pasta que funciona direito na administração municipal é a Saúde. Mudança nessa situação causa apreensão. Muito mais para quem entra.

Saúde

Por falar em Saúde, Rui Arruda está dando o silêncio como resposta. A nota que trata da possível greve dos médicos do Santa Juliana que não recebem há quase quatro meses beira o cinismo.

O problema

O problema de Rui Arruda não é que ele não paga por birra. A falta de dinheiro é tamanha que não há muito o que dizer. Mas, como gestor público é preciso ter consciência de que ele tem que dar explicações sobre a gestão. Se o SUS repassa o que é devido pelos serviços que os médicos prestaram no Santa Juliana, por que o Governo não repassa ao hospital? Aonde foi parar o dinheiro?

O problema II

Alguém tem que explicar. Dizer, em nota, que não foi informado do problema é "de lascar".

Sugestões, críticas e informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado