Print this page
15 Abril 2019 Written by 

Atual presidente da Comissão Permanente de Licitação, Marco Antônio Mourão, deve ser remanejado para o Acreprevidência, cuidar de um assunto do qual é especialista

MUDANÇA LÓGICA

O governador Gladson Cameli, aos poucos, vai permitindo que a lógica tome conta do Gabinete Civil. O atual presidente da Comissão Permanente de Licitação, Marco Antônio Mourão, deve ser remanejado para o Acreprevidência, cuidar de um assunto do qual é especialista. O instituto tem um déficit bilionário e necessita de uma equipe qualificada para recuperar a situação financeira da previdência estadual. Mourão pode ser uma boa escolha, afinal estudou muito sobre o assunto.

MAS...

Mas, aos poucos, Gladson parece que está imprimindo uma digital e assumindo a direção do governo.

ALÉRCIO

Alércio Dias foi uma situação complicada para Gladson. O governador reconhece a importância, mas os impedimentos legais alertados pelo MP não deixaram alternativas. Dias foi exonerado.

FATO

Fato é que o Acreprevidência ganha com Mourão, a pasta terá alguém capacitado para lidar com um assunto delicado.

ANTECIPANDO

Após conversas com o governador, Alércio Dias diz que pediu exoneração do cargo do Acreprevidência. Antecipou a saída antes do constrangimento de ter o nome negado pela Aleac. É uma conduta pró-forma. Alércio Dias sai do episódio como entrou: sem credibilidade alguma no que se refere à gestão pública. Os indicadores de Educação do Acre em 1999 retratam um pouco do desempenho dele.

 

Sugestões, críticas e informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.