Domingo, 21 de Julho de 2019
Você está aqui: Home Entretenimento Vagno Di Paula Coluna do Vagno Di Paula - 29/04/15

vagno-di-paula-colunista-agazeta 2

29 Abril 2015 Written by 

Coluna do Vagno Di Paula - 29/04/15

 

ARIEL PULLIG tem 22 anos e sonha. Quer escrever livros e ter uma banda. Escreve histórias e compõe letras de música. Tem todas as suas canções na memória, pois não conhece teoria musical. Na última sexta-feira (24), lançou em Rio Branco o livro “Os sem-Cara” pela Editora Scortecci com 112 páginas, durante edição mensal da Roda de Poesia, uma iniciativa da Associação dos Poetas Acreanos em parceria com o Tribunal de Justiça do Acre. Sua estreia no mundo da literatura foi um evento emocionando, cheio de beleza e verdade, prestigiado por amigos, família, admiradores de sua determinação. A coluna Circulando bateu um papinho com ARIEL, que conta que está sendo reconhecido na rua e recebendo muito carinho das pessoas por causa deste trabalho.

Vagno: Como você está sentindo toda essa repercussão por causa do lançamento do seu livro?

Ariel: Uma estranha forma de prazer e de felicidade. Estranha porque apesar de saber que está tudo bem, ainda tem algumas coisas pendentes na minha vida.

Vagno: Quais são os seus próximos projetos? Você pretende escrever outro livro?

Ariel: Sim, pretendo escrever muitos outros. Um está em andamento e de outros já tenho a sinopse. Vou construindo as histórias aos poucos.

Vagno: O que você gosta de ler?

Ariel: Romances. Sempre gostei de ler romances e biografias dos artistas que eu gosto, mas ultimamente tenho lido tudo, tenho lido muito jornal, artigos.

Vagno: O que você diria para alguém que quer escrever e publicar um livro?

Ariel: Pra você escrever um livro tem que saber o que está fazendo, estudar o tema e persistir, não sair do foco.

Vagno: Você é classificado como autista, hiperativo. Isso o incomoda, tem medo de preconceito?

Ariel: Mais preconceito do que já sofri? Não. Levo isso numa boa. Já sofri bullying e não sabia lidar com isso, ficava indignado, mas hoje faço disso um aprendizado. Como a Bethânia fez com a Elis quando elas estavam no auge da rivalidade. Ela simplesmente ignorou a Elis, como se não tivesse acontecendo nada.

*O livro Os sem-cara está à venda nas livrarias Paim e Formatto e na Banca do Pelé pelo valor de 30 reais. O autor doou exemplares para a Biblioteca Pública do Acre, biblioteca da Escola Estadual Clínio Brandão e para a biblioteca do Palácio da Justiça, onde trabalha como estagiário.

 

ariel1

Capa do Livro, “OS SEM-CARA”

 

ariel2

O escritor ARIEL com a mãe GOLBY PULLIG e JACKIE PINHEIRO  

 

ariel3 

Com o amigo DIEGO GURGEL

 

ariel4

 Emocionado e firme, o escritor ARIEL PULLIG, atende a imprensa

 

ariel5

Jornalista SILVANIA PINHEIRO prestigiando o jovem escrito, ARIEL

 

ariel6

 Empresárias SANDRA e SOLENE com ARIEL

 

 ariel7

O jovem escritor, ARIEL PULLIG, autografando para os fãs presentes

 

ariel8 

Jornalista/Colunista MOISÉS ALENCASTRO, recebendo o livro autografado  

 

ariel9

 Jornalista/Colunista JACKIE PINHEIRO na fila do autógrafo  



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081



Fique Conectado