Você está aqui: Home Esporte Remo garante empate contra Galo dentro do Arena

Remo garante empate contra Galo dentro do Arena

Resultado foi bom para o Leão, de Belém do Pará

Cartões amarelos, expulsão e confusão no fim do jogo. Foi essa a mistura do jogo entre Atlético Acriano e Remo, de Belém do Pará. Um jogo disputado e que terminou em 1 a 1. A torcida do Galo fez sua parte e foi ao Estádio Arena da Floresta, com disposição de incentivar o time do coração.

Com o avançar dos minutos e o placar em zero a zero, a disputa por posse de bola fez alguns atletas exagerarem. O juiz distribuiu alguns cartões amarelos. Era a ânsia pelo gol que não saia.

Pelo balanço de chutes a gol no primeiro tempo, o Atlético se sobressaiu. Foram 9, contra 2 do Remo. Já em passes errados no primeiro tempo, o Atlético ficou na frente com 10, contra 9 do Remo. Erros de marcação e três oportunidades de gol perdidas marcaram o primeiro tempo para a equipe do Atlético.

O Remo perdeu uma oportunidade concreta de gol, e, para os jogadores, a disputa não estava fácil. O técnico da equipe paraense decidiu então, voltar para o segundo tempo com duas substituições. Dois atacantes no lugar de dois volantes.

Mas, quem partiu para o ataque foi o Atlético. Aos 7 minutos, Careca abriu o placar. A jogada começou com Polaco que cruzou para Januário. Careca estava na cara do gol, recebeu a bola e chutou no canto direito do goleiro. A torcida foi ao delírio.

O Atlético voltou a atacar e quase marcou outro gol.

O Remo partiu para o contra ataque, mas a defesa do Galo não deixava as jogadas concluírem. O goleiro Babau também garantia o bloqueio. Em outras oportunidades, como cobrança de falta, os jogadores da equipe paraense perderam a oportunidade de marcar.

Aos 30 minutos, em uma rápida cobrança de falta, o Remo deixou tudo igual. Flamel cobrou, Edgar devolveu e o camisa 10 bateu no canto direito do goleiro.

Dois minutos após em disputa de bola, o zagueiro Pé de Ferro fez falta digna de cartão, segundo o juiz. Como ele já tinha um cartão amarelo, foi expulso.

Com um jogador a menos, o Atlético correu pra diminuir o prejuízo, mas o Remo também partiu para o contra ataque e aos 36 minutos quase marca o segundo gol.
No último minuto, Babau defendeu outro gol.

"A gente teve várias oportunidades de fazer gol e infelizmente não fizemos. O placar de 1 a 1 e naquele momento final, Deus abençoou e eu pude garantir o resultado que foi o empate", disse o goleiro.

O meia atacante Flamel comentou o lance rápido que garantiu o gol do empate. "Na cobrança de falta eu tive a percepção de ver meu companheiro bem posicionado e logo já passei pra pedir a bola e ele foi feliz de ter acertado o chute. Eu fiz e nos deu certa vantagem pro jogo de volta e agora é trabalhar pra classificar", disse.

Careca falou do misto de emoções em ter marcado gol para a equipe e sair sem a vitória. "Fico satisfeito em ter ajudado o Atlético com o gol mas fico triste por ter levado o empate. Nossa equipe lutou até o final e levar empate, a gente fica triste", lamentou.

Enquanto os jogadores eram entrevistados, iniciou uma confusão. Um cronista esportivo afirmou que um assessor de imprensa do time paraense colocou a mão no gravador dele, impedindo um jogador de dar entrevista.

No empurra-empurra, alguns auxiliares do Atlético compraram na briga, mas a polícia garantiu a saída da equipe paraense do local da confusão. A turma do “deixa quieto” também ajudou a acalmar os ânimos exaltados.

O jogo de volta entre Remo e Atlético, pela Copa Verde, será no dia 16 de março em Belém. Talvez em outro clima.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado