Você está aqui: Home Esporte Rio Branco é campeão invicto do 1º turno

Rio Branco é campeão invicto do 1º turno

Vitória contra o Galo confirma supremacia do Estrelão

Andirá e Vasco disputaram nesse domingo a última vaga para o segundo turno do Campeonato Acreano. A partida terminou em 4 a 0 para o Vasco. Os gols só aconteceram no segundo tempo. Teve até gol de bicicleta.

O primeiro tempo entre Andirá e Vasco foi marcado por jogadas sem resultado e muito calor. Depois de um início de temporada molhado, o sol voltou a brilhar, melhorando as condições do campo. Mas com a alta temperatura foi preciso dar intervalo para os atletas se hidratarem.

Em disputa a última vaga para o segundo turno. Vantagem para o Vasco que só precisava de um empate pra avançar.

Mas, apesar dos esforços das equipes, diante do sol escaldante, o primeiro tempo terminou sem nenhum gol.

No segundo tempo, a vontade de atacar levou as equipes a sucessivas faltas. O Andirá tentou se impor mas não encontrava o caminho do gol.

A melhor oportunidade do Vasco chegou aos 16 minutos.

Em um erro de passe, o Morcego entregou um pênalti à equipe cruzmaltina. Paulinho derrubou Cleison na grande área. Daniego cobrou. O goleiro Pará caiu lado esquerdo e a bola foi para a direção contrária. Vasco abre o placar.

Após o gol, o Andirá correu para diminuir o prejuízo. Em jogada de Alex para Jô, a oportunidade de marcar foi desperdiçada. A torcida e é claro, o jogador Jô, lamentaram.

Daniego driblou e marcou o segundo dele na partida. Ele se livrou de Yan e Lelei e ampliou a vantagem.

Ficou evidente o desânimo do Andirá e o Vasco se aproveitou da situação. Mesmo na cara do gol, o nervosismo interferia. (30). Aos 30 minutos, em cruzamento Cleiton, marcou um golaço, de bicicleta.

Num descuido da zaga do Andirá, veio o quarto gol da partida com Cleison. O juiz se preparava pra apitar o fim do jogo quando o jogador dava o chute certeiro.

"A gente até teve oportunidade de sair na frente no placar, mas infelizmente não conseguimos fazer o gol. Futebol é assim, castiga demais você ter oportunidade de ir lá e fazer o gol. Se você não faz, finda levando. Depois do gol tivemos mais três oportunidades de virar e não fez. Mas eu quero parabenizar a garotada, eu acho que a maioria participou a primeira vez de um campeonato nos ajudaram a manter o Andirá na primeira divisão", disse o presidente e jogador do Andirá, João Paulo.

"Dever cumprido né. Fiquei feliz por poder ajudar a equipe marcando dois gols e dando assistência para o colega. Agora é trabalhar e focar no segundo turno pra se for da vontade de Deus, alcançar uma colocação melhor", disse o meia atacante do vasco, Daniego.

Domingo teve clássico no Florestão. Atlético e Rio Branco disputaram o título do primeiro turno e vaga para várias competições como Copa do Brasil e série D. Segundo a Federação de futebol, 1416 pagantes.

Às 17h30min, iniciou o segundo jogo da última rodada do primeiro turno. Os torcedores não faltaram ao compromisso do clássico. Em especial, a turma do Atlético quebrou o silêncio do estádio com fogos de artifício e batuques.

O Estrelão marcou o território com faixas e a bandeira do time. O Rio Branco puxou o ataque, mas o goleiro Babau estava esperto. O Atlético recuperou a bola e o contra ataque quase abriu o placar aos 9 minutos com Careca.

Aos 20 minutos, Polaco ficou cara a cara com o gol, chutou, mas o goleiro do Rio Branco segurou o rojão no peito.

Pouco depois foi a vez do Rio Branco fazer medo à equipe adversária. Em duas jogadas envolvendo o atacante Araújo Jordão, por pouco o placar não abriu. Aos 40 minutos, o Estrelão saiu na frente. Em um cruzamento de Sandro, Giovane segurou e chutou a bola pro fundo da rede.

Aos três minutos do segundo tempo, em meio a uma falta, Sandrinho, chutou bem marcando o segundo do Estrelão. O camisa 11 invadiu no meio da área e ficou frente a frente com Babau e marcou.

Aos 20 minutos, Léo Fernandes derrubou Polaco dentro da área e o juiz marcou pênalti. Jeferson cobrou e diminuiu para o Atlético. A partida prosseguiu disputada. Ninguém queria levar mas todos tentavam marcar.
O clima esquentou entre os jogadores.

Aos 42 minutos em cobrança de falta, Anselmo cobrou e quase marcou. Mas a bola bateu do lado de fora da rede.

Com 5 minutos de prorrogação, o jogo terminou com a vitória do Rio Branco que fez 2 no Atlético que só marcou 1.

“Bom demais. A gente tava praticamente fora a chance de título naquele empate com o Galvez. Eles deram essa brecha pra nós, trabalhamos, demos a volta por cima, recebemos uma nova oportunidade pra estar aqui hoje e deu no que deu. Fomos prejudicados pela arbitragem, mas o título é merecido", disse Sandrinho.

Para o atacante do Atlético Polaco, o resultado foi graças aos erros nas oportunidades de gol perdidas.

"Era pra gente ter feito o resultado no primeiro tempo. Erramos os gols, pecamos. Não fizemos gol, mas não podemos levar. Mas vamos levantar a cabeça por que tem o segundo turno pra reencontrar com eles e fazer diferente", comentou.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado