Você está aqui: Home Esporte Humaitá responde em campo à gestão do clube

Humaitá responde em campo à gestão do clube

Salário em dia tem repercussão no desempenho

O Esporte Clube Humaitá, time do município de Porto Acre, ressurgiu das cinzas. De uma situação crítica em que 100% do time não recebia um tostão sequer para jogar, o clube passou a pagar seus atletas e isso refletiu em uma campanha muito melhor que a do ano passado. O apoio dos patrocinadores garantiu a trajetória do time até a semifinal do campeonato.

Até o tesoureiro do time marca presença no treino. Ele cuida do detalhe do banner com o nome dos patrocinadores. Tanto esmero tem uma explicação: graças às empresas que investiram no Humaitá, este ano, foi possível pagar pelo trabalho dos atletas.
Eles foram contratados para a temporada, por um salário realista com o futebol acreano. Nos bastidores a remuneração é chamada de ajuda de custo. Contudo, tem feito a diferença no desempenho do time no campeonato.

“O nosso clube é novo, um recém-nascido e às vezes a mídia, as pessoas cobram muito da gente, mas vejo que por ser um clube com dois anos de existência, é um clube que está em patamares bem adiantados em relação a outros da Capital, com mais de 50 anos. Se Deus quiser vamos conseguir colocar o Humaitá no cenário nacional”, disse o tesoureiro, Luan Luz.

Em números, o Humaitá demonstra que ressurgiu das cinzas. No primeiro turno disputou quatro partidas e venceu duas delas e no segundo turno disputou três e ganhou duas. A derrota foi contra o Atlético. Jogo que inclusive arrancou elogios do técnico do Galo, ao time do interior.

Agora, o Humaitá chegou a semifinal e joga contra o Rio Branco, na próxima quarta-feira. Pra quem chegou até aqui, o desafio é mais uma batalha possível de ser enfrentada.

“A gente procurou sempre trabalhar de cabeça erguida, com os pés no chão pra conseguir objetivos maiores e no segundo turno conseguimos colocar em prática tudo aquilo que veio trabalhando e deu certo, conseguimos chegar à semifinal”, disse o atacante Carlos Júnior.

Mesmo motivados com a possibilidade de superar o Rio Branco, a equipe precisa administrar a saída do técnico Bruno Monteiro. Quem assumiu a função no grupo foi o preparador de goleiro Ranis Oliveira.

“Essa função de técnico caiu nas minhas mãos do nada e a gente tem que encarar os desafios e trabalhar. O grupo já sabe o que fazer, está bem treinado e é só dar continuidade no trabalho”, disse.

O jogo entre Humaitá e Rio Branco acontece às 17:30 desta quarta-feira, no Estádio Arena da Floresta.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado