Você está aqui: Home Esporte Tatame paraolímpico: Acre tem representante

Tatame paraolímpico: Acre tem representante

Competição Mundial será em 2019: foco nos treinos

O atleta paralímpico Wendell Barbosa se prepara para o mundial de 2019, que prevê no total cinco etapas. O esporte chegou à vida do jovem após um acidente de trânsito e hoje tem sido a motivação de vida do atleta.

Wendell mostra com orgulho as medalhas que recebeu nos últimos meses, no ciclo mundial de parajiu-jitsu 2017/2018. Ainda este ano ele foi prata nas etapas do Brasil e Londres e ouro na última em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Fechou a temporada na sexta colocação geral no ranking mundial. Agora ele se prepara para a temporada de 2019, mais motivado do que nunca.

A história do atleta paralímpico começou no dia 23 de abril de 2016. Wendell Barbosa, até então empresário acriano, sofreu um acidente de trânsito.
"Um cara bêbado, sem carteira me atropelou, estava de moto. Aí veio todo esse tempo de cirurgia, cadeira de rodas, muletas, e todas as dificuldades, mas graças a Deus tudo passou. A gente conseguiu dar a volta por cima e Deus deu muito mais do que imaginava que iria acontecer", explica.

Durante o tempo em que passou no hospital ele correu o risco de ter o pé amputado, devido a gravidade dos ferimentos, mas tudo não passou de um susto e hoje ele compete na categoria lesões permanentes.

"O jiu-jitsu mudou minha vida. Os médicos falaram que nunca mais eu iria andar, nunca mais ia ter uma vida normal e graças a Deus hoje eu tô aí, como campeão mundial em duas categorias e muito feliz por representar não só o Acre, mas o Brasil na seleção brasileira de parajiu-jitsu", afirma.

A inclusão de Wendel no esporte parajiu-jitsu tem origem em setembro de 2017. Ele começou a treinar e em dois meses já estava na seleção. Na primeira participação no mundial, nem sonhava que seria campeão.

A musculação teve papel importante em sua recuperação. Antes do acidente ele era praticante do esporte, mas nada profissional. Após, ele foi convidado a se especializar e hoje, inspira outras pessoas. Como empresário, Wendel é seu principal patrocinador, mas há limitações. O bolso talvez não suporte as cinco etapas do mundial de 2019, mas pelo menos em três delas, o atleta vai representar o Acre.

"As viagens são muito caras devido à distância do Acre de outros centros e outros países, ainda tem Japão, Los Angeles. Era muito bom se tivesse, mas como não a gente agradece os amigos e as pessoas que nos ajudam", afirma.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado