Ultramaratonista não consegue bater recorde mundial

Manoel garante que vai retornar ao Acre para bater o recorde

Manoel Alves Barbosa correu nesses setes dias 777 km e 400 metros. Ficou faltando 52 km para ele bater o recorde mundial que é de 827 km e 16 metros.

Ele correu em média de 12 a 14h por dia, teve todo um aparato físico e estrutural, mas a equipe acredita que ele não conseguiu por conta de um problema de horário.

Segundo a equipe, o shopping abria tarde e não ficava o tempo que eles precisavam.

Manoel ficou muito feliz e satisfeito e disse que o que ele quer é difundir o esporte. “O que eu quero é levar o esporte para vida de todos, principalmente os jovens, porque o esporte salva vidas e impede que os jovens caiam em ações ilícitas, como o consumo de drogas.”

A equipe que trouxe Manoel para Rio Branco, já pretende trazê-lo uma próxima vez. Vai acontecer uma preparação de seis meses e depois Manoel volta para Rio Branco para tentar bater esse recorde aqui.

Ele conta que ficou muito feliz de fazer a prova em Rio branco porque nunca foi tão reconhecido e apoiado como na capital.