Arena recebe jogos da 2ª rodada do campeonato

Estádio vazio reflete no resultado em campo

No chamado clássico da revolução acreana, Plácido de Castro e Galvez demoraram para mostrar o poderio ofensivo na busca pela classificação às semifinais do segundo turno do estadual.

Em jogo brigado e com árbitros auxiliares nos dois gols, Daniego tentou abrir o placar aos 22 minutos, mas Roger colocou pra escanteio. Aos 37 o goleiro do Plácido aceitou o chute de canhota do atacante Adriano, 1 a 0 galvez. E foi só.

O segundo tempo também iniciou truncado, sem muita chance para as duas equipes. Aos 30 minutos da etapa final Adriano tentou duas vezes e deixou o Galvez em vantagem novamente. 2 a 1.

Aos 36, o árbitro José Pinheiro sentiu a panturrilha e foi atendido na beira do gramado. Quando a bola voltou a rolar, Diulio teve a chance do empate, máximo tranquilizou a torcida verde.

Fim de jogo Plácido de Castro 1, Galvez 2.

No segundo jogo da noite o primeiro tempo de São Francisco e Vasco foi o reflexo da arquibancada: pouco público no Arena da Floresta nesta terça-feira, pouco futebol, apesar dos muitos gols. O jogo terminou assim Vasco 4, São Francisco 2.