Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019

Chamadas contra queimadas cresceu 138% na Capital

Governo decretou estado de Alerta Ambiental

Segundo o Corpo de Bombeiros do Acre, o número de chamadas de atendimento contra queimadas cresceu 138% em Rio Branco neste mês de agosto. Nas últimas semanas, a fumaça passou a fazer parte da paisagem diária na capital acreana.

A situação extrema levou o governador, Gladson Cameli a decretar nesta sexta-feira, (16) estado de Alerta Ambiental.

A publicação no Diário Oficial justifica a medida por conta da escassez de chuvas que se estende desde o primeiro semestre e tende a permanecer por mais três meses, com severa diminuição do nível dos rios e da umidade relativa do ar, fato que aumenta o risco de incêndios e potencializa danos à saúde e ao meio ambiente.

Outra preocupação que consta na publicação é o risco de desabastecimento de água com o nível do Rio Acre cada vez mais baixo.

A partir do decreto de Alerta Ambiental está criada a Sala de Situação de Alerta Ambiental, sob coordenação da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, com apoio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente – SEMA, e coordenação operacional do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Acre – CBMAC, a qual funcionará junto ao Gabinete do Governador.

O decreto do estado de Alerta Ambiental é válido pelos próximos 90 dias.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081



Fique Conectado