Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019

Acre possui queda na taxa da População Ocupada

Percentual de desemprego é maior do que a média nacional

Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), apenas três estados registraram, no 3° trimestre, contração da População Ocupada (PO) em 2019. São eles: Acre (-1,8%), Maranhão (-2,0%) e Paraíba (-0,9%).

Os dados da População Economicamente Ativa (PEA) revelam que em demais estados houve um forte incremento da força de trabalho em 2019.

No Acre, o PEA atingiu 0,4%, ficando entre os três menores, seguido por Minas Gerais (0,2%) e Pernambuco (0,3%).

Os dados relativos ao mercado de trabalho brasileiro vêm apresentando uma melhora de desempenho nos últimos meses, principalmente, pela expansão da PO.

De acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD), após o país iniciar o ano com uma média de 12,7% no desemprego, o número tem recuado e no último trimestre móvel, encerrado em julho, já estava em 11,8%.

Na contramão destes dados, o Acre tem 13,6% de desempregados comparados aos 11,8% da média nacional (taxa de desocupação).

Edinauro Braga Rodrigues, economista, avalia que essa retração da PO no Acre está relacionada à falta de investimento do governo, principal empregador estatal e de prestadores de serviços por meio de obras.

“Não adianta o governador dizer aos quatro cantos que tem bilhões em caixa e não apresentar projetos para executar. Se as obras começam tem trabalhador para consumir, que anima o comércio para contratar, elevando o índice da PO” explica o economista.

A Carta de Conjuntura do IPEA observa ainda que a melhora da ocupação nas outras unidades da federação, de uma maneira geral, vem do setor informal, indicando que, qualitativamente, a retomada do emprego ocorre em condições aquém das desejáveis.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081



Fique Conectado