Você está aqui: Home Polícia Polícia Civil deflagra 2ª fase da “Operação Infância Protegida”

Polícia

Polícia Civil deflagra 2ª fase da “Operação Infância Protegida”

16 mandados cumpridos por abuso e exploração sexual

A Polícia Civil executou a segunda fase da “Operação Infância Protegida”. Foram cumpridos 16 mandados de prisão por abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.

De acordo com a polícia, 11 pessoas com sentença condenatória foram presas. Somadas, as penas desses condenados ultrapassam 120 anos de prisão. Esses 11 criminosos foram levados para a sede da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DECPCA).

Ainda de acordo com a Polícia Civil, os acusados de abuso são pessoas bem próximas das adolescentes, como pais, tios e vizinhos. Até um empresário do segmento de eventos da cidade foi preso acusado de abusar meninas.

“Nos crimes que nós investigamos aqui na Depca, nós temos todo grau de parentesco. A gente investiga casos em que os pais são os abusadores, padrastos, tios, familiares próximos”, pontuou a delegada, Elenice Frez.

Segundo a delegada, a operação foi realizada na Capital e as investigações duraram 90 dias. “Toda relação sexual praticada com uma pessoa com menos de 14 anos, ela é tida como estrupo de vulnerável. Ainda que a menina ou menino deseje, busque a relação sexual, as pessoas maiores precisam se abster desta prática porque ela é considerada crime”.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado