Você está aqui: Home Polícia Secretário promete rigor em investigação de conflito agrário

Polícia

Secretário promete rigor em investigação de conflito agrário

Tortura de sem terra e morte de animais serão apuradas

O secretário de Estado de Segurança Pública, Emylson Farias, disse que vai pedir uma investigação mais rígida na área de conflito da Fazenda Vista Alegre, onde dois homens foram espancados e várias famílias foram ameaçadas por capangas armados.

A informação foi repassada no mesmo momento em que um grupo dos sem terra decidiu sair do acampamento às margens da rodovia que liga Rio Branco a Porto Acre e foi cobrar providências do Governo do Estado.
Depois de fazer um manifesto em frente ao escritório de governo, eles foram ouvidos por assessores do governador Tião Viana.

Na madrugada dessa segunda-feira, homens armados espancaram e ameaçaram as famílias que tinham retornado aos lotes da Fazenda Vista Alegre, área que está em litígio há 3 anos.
Um jovem de 18 anos, que estava na reunião, ficou internado por dois dias. Ele foi chicoteado e quase teve o braço quebrado.

A Fazenda Vista Alegre faz parte de um espólio da família do ex-prefeito de Rio Branco Adalberto Aragão, mas pode ter sido vendida para uma grande imobiliária de Rio Branco. Essa empresa é acusada pelos sem teto de contratar capangas e espancar as famílias.

No mês passado, a Justiça do Acre decidiu que 29 lotes não pertencem à fazenda. Quando os sem terra ocuparam essa faixa de terra começaram os ataques.

Um dos líderes do movimento teve o braço e costelas quebrados. Rosemilson Ferreira reclama que ninguém ou nenhuma entidade de direitos humanos ou que defende produtores rurais está do lado dos sem terra. “Eu não sei por que existe um silêncio na nossa causa. Estamos sozinhos, apenas com Deus”, lamentou.

As famílias querem a presença da policia no local do conflito que fica a 12 quilômetros do centro de Rio Branco.

Depois de se reunir com o representante do governo que não quis falar com nossa equipe e explicar o que pode fazer para amenizar o conflito, o grupo se reuniu na praça em frente ao comando geral da policia militar. Existe uma reunião marcada para essa quinta-feira.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado