Você está aqui: Home Polícia Execução não foi flagrada por causa de câmera inoperante

Polícia

Execução não foi flagrada por causa de câmera inoperante

Equipamento foi instalado ainda na gestão de Jorge Viana

O “julgamento”, tortura e execução de Israel Marim da Silva (40), nos barrancos do Rio Acre, no bairro D. Giocondo (Papoco), não foram flagrados por uma câmera do Centro Integrado de Operação de Segurança Pública porque o equipamento está inoperante. Por esta causa, as polícias Técnica e Militar foram acionadas pela comunidade que chegaram ao local do crime apenas para recolher o corpo já durante a noite.

A câmera foi instalada ainda na gestão do ex-governador Jorge Viana, quando o secretário de Estado de Segurança Pública era Fernando Melo. A tecnologia utilizada foi ficando ultrapassada e não foi feita a reposição. Resultado: a estrutura não está servindo para nada.

A assessoria da Secretaria de Estado de Segurança Pública admite o problema, diz que foi feito um mapeamento para reposição das câmeras de monitoramento. “A secretaria está em um processo de reposição, mas que, infelizmente, esse processo ainda não alcançou aquela região”, explica a assessoria da Sesp.

O assassinato aconteceu por volta das 11 horas da manhã de ontem (8). Moradores da região relatam que “mais de dez homens” levaram a vítima para uma área de difícil acesso às margens do rio. Ali, a vítima foi agredida, torturada, “julgada” e condenada. Além das marcas de agressão física, o corpo tinha duas perfurações de bala na cabeça.

A chuva dificultou o trabalho dos policiais do Corpo de Bombeiros e da equipe da Polícia Técnica. As equipes foram acionadas no final da manhã e só conseguiram retirar o corpo para o IML à noite. A região do Papoco é muito disputada por grupos criminosos por ser estratégica em consumo e venda de drogas em quantidades pequenas, atendendo aos dependentes que vivem na região central da cidade.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado