Você está aqui: Home Política Juruna se afasta formalmente da Câmara

Política

Juruna se afasta formalmente da Câmara

Manoel Marcos: articulação para parar cassação de foragido

O vereador Carlos Juruna enviou para a Câmara na manhã dessa quarta-feira um pedido de afastamento por quatro meses. O documento será colocado na pauta de votação amanhã e será analisado restante dos vereadores.

Entretanto, na sessão desta quarta-feira, ficou decidido que a cadeira de Juruan vai ficar vazia. O suplente, José Afonso Vasconcelos (PMB) não vai poder assumir.
Nesses 120 dias, Juruna, que está foragido, fica sem salário e pode conseguir parar o processo de cassação do mandato que está na Comissão de Ética da Câmara.

O presidente da Mesa Diretora, Manuel Marcos, disse que os advogados de Juruna entraram como uma representação para anular uma decisão do presidente da comissão, o vereador Emerson Jarude, que notificou Juruna por edital sem se reunir com os outros membros do conselho.

“Essa matéria será levada à Comissão de Constituição e Justiça e logo seguida colocaremos em votação. O problema é que houve uma decisão unilateral do presidente da comissão. Vamos decidir se o pedido de cassação para ou continua até a volta de Juruna”, explicou.

Para Emerson Jarude, o afastamento por 120 dias e anulação dos atos do conselho não passam de uma manobra. “A ideia da base do prefeito é parar o trabalho da comissão e garantir que Juruna não perca o mandato. Mas, o trabalho da Comissão não vai parar”, garantiu.

Mesmo sendo o centro de toda a movimentação na Câmara, Juruna continua foragido. Ele foi condenado em 9 anos e meio de prisão em regime fechado por negociar boxes no camelódromo de Rio Branco.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado