Quinta-Feira, 20 de Junho de 2019
Você está aqui: Home Política Governador se reúne com policiais que buscam melhorias

Política

Governador se reúne com policiais que buscam melhorias

Categoria ficou sem nenhuma perspectiva de acordo

No último dia 21, policiais civis de todo Estado participaram de um ato da categoria em busca de diálogo com o governo. Eles, primeiro, reclamaram pelo não cumprimento de receber seus representantes, e aproveitaram o movimento para cobrar pagamentos retroativos, verbas rescisórias não pagas, melhores condições de trabalho e reformas estruturais nos prédios e delegacias.

Durante o ato, o governador Gladson Cameli apareceu na praça do palácio Rio Branco e marcou a data para conversar com os representantes do sindicato dos policiais civis.

A reunião foi realizada nesta quinta-feira (23), mas o resultado não foi bem o esperado pelo sindicato da categoria. Houve o reconhecimento das falhas e a validação das reivindicações, mas nenhuma certeza de quando providências serão tomadas foi feita, que para o presidente do sindicato dos policiais civis caiu como um balde de água fria.

A categoria que esperava resolver algumas das reivindicações, pelo menos este ano, agora ficou sem nenhuma perspectiva de acordo. “No que cabe a reestruturação, implementação de política da Polícia Civil, secretário Henrique Maciel e Secretário Paulo Cesar expuseram que existem projetos em determinadas áreas da segurança pública, em especial, da Polícia Civil, contudo, ainda falta conversar um pouco mais, não apresentaram cronograma de execução de obras, reforma, manutenção, ampliação das unidades policiais. Em relação a parte financeira, o pagamento que o Estado deve ao servidor público policial civil, infelizmente, não se tem nem um cronograma de pagamento”, disse o presidente do Sindicato dos Policias Civis, Tibério da Costa.

Mas os policiais civis não pretendem desistir das reivindicações. O presidente do sindicato descarta a possibilidade de uma greve, até porque o movimento não seria legítimo por determinação de lei, mas garante que irão manter os diálogos com o governo e estudam alternativas para garantir os direitos.

“Já temos uma reunião agendada com o Deputado Cadmiel Bonfim, Deputado Gerlen Diniz e o chefe da casa civil para segunda-feira, já temos algumas propostas de parcelamento, gostaríamos de sensibilizar o governo do Estado do Acre, sabemos as dificuldades, mas o servidor público de carreira também faz a máquina pública girar”, concluiu o presidente do sindicato.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado