Política

Diretor do Depasa descarta suspeita de possíveis fraudes

Ele se mostra tranquilo e confiante para qualquer tipo de investigação

A suspeita de possíveis fraudes realizadas por servidores do Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) partiu do próprio governador do Acre. Gladson Cameli citou, durante uma entrevista concedida à uma rádio, que o departamento deveria ser investigado, pois não descartava a possibilidade de algum servidor estar boicotando o fornecimento de água afim de favorecer o trabalho dos carros-pipa.

O diretor presidente do DEPASA, que ocupa o cargo desde o dia 8 de Janeiro, Zenil Chaves, acredita que, nesse momento, não vê motivos para suspeitar de algum servidor. Ele se mostra tranquilo e confiante para qualquer tipo de investigação.

“Eu soube que tem um deputado que mandou investigar, deu entrada no Ministério Público, mas eu estou tranquilo até porque o órgão público tem que ter transparência e eu não tenho, de maneira nenhuma, medo de fiscalização, investigação dentro do órgão, acho até bom para esclarecer as coisas para a população”, disse Zenil.

Zenil Chaves recebeu a equipe da TV Gazeta na manhã desta quinta-feira (04) em seu gabinete. O diretor-presidente ressaltou que, no Depasa, trabalham, hoje, cerca de mil pessoas e que em apenas seis meses de convívio, fica complicado definir a postura profissional e ética de cada uma delas.

Quanto aos questionamentos do governador, ele explicou que, por dia, cinco manobristas estão no plantão. São 140 manobras realizadas diariamente por esses servidores. Falhas, ele não descarta que possam ter corrido, mas não quer acreditar que sejam de forma intencional.

“Eu ouvi de pessoas de chegar a fazer manobras, ir para casa, na hora de deitar lembrar-se de ter feito errado e voltar para consertar. Às vezes acontecem erros que de qualquer maneira prejudica o bairro, mas o camarada não fez por querer, mas não posso dizer que tem pessoas nos sacaneando, não posso falar isso de maneira nenhuma”, concluiu o Diretor presidente do Depasa, Zenil Chaves.