Domingo, 15 de Dezembro de 2019
Você está aqui: Home Política Após 26 anos no PC do B deputado anuncia saída do partido

Política

Após 26 anos no PC do B deputado anuncia saída do partido

Jenilson Leite está sem partido no momento

Depois de 26 anos no PC do B, o deputado estadual Jenilson Leite anuncia a saída dele do partido. O parlamentar falou sobre a decisão, mas não entrou em muitos detalhes.

Jenilson garante que não houve nem brigas nem desentendimentos, apenas uma mudança de planos e de direção. “Não teve um motivo de divergência, não houve problema, não houve briga e tenho pretensões de ajudar mais e eu acho que nesse momento a ordem do dia é poder ajudar mais a prefeita Socorro Neri.”

Hoje ele está sem partido definido, mas já tem endereço certo de onde e como vai seguir o mandato. “Irei ocupar uma função dentro do PSB que é de poder ajudar a reorganizar esse campo político, que após as eleições de 2018 está conversando pouco e precisamos dialogar mais, sobretudo, com o proposito das eleições de 2020”.

Esse troca-troca de partido também atinge a esfera federal. Por lá, as ameaças dos partidos não foram nem levadas a sério e nem obedecidas por alguns parlamentares.

Por orientação da presidência do PDT, todos da legenda deveriam votar contra a reforma da previdência. Mas o deputado federal Jesus Sérgio e outros sete parlamentares deram voto favorável ao projeto. Atitude que teve como consequência uma suspensão temporária do partido, e que pode resultar, inclusive, na expulsão do parlamentar. Possibilidade que já preocupa o líder do governo na Assembleia Legislativa aqui do Acre, Luiz Tchê. “Infelizmente existem umas coisas que fogem um pouco do nosso controle. Eu conversei muito com ele sobre a questão da reforma, mas ele estava muito convicto do que ele teria que votar favorável alegando que a decisão do partido foi cinco meses antes da votação, então muitas coisas da reforma mudaram. O partido suspendeu, vamos dizer assim, os direitos políticos dele dentro do partido.”

A decisão pela expulsão ou não do deputado, deverá ser julgada no prazo de até 90 dias. E caso Jesus Sérgio tenha que sair do PDT, o estado também deverá sair perdendo. “O peso de um deputado federal para um estado pequeno igual o nosso, ele representa muito, mas vamos aguardar e queira Deus que ele permaneça, que não aconteça nada” concluiu Tchê.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081



Fique Conectado