Neabi/Ufac lança V edição do Novembro Negro

Durante o mês de novembro que chega, a Universidade Federal do Acre desenvolverá, através do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (Neabi/Ufac), a 5ª edição do Novembro Negro. A iniciativa busca chamar atenção para os debates e discussões em torno do racismo, das histórias de lutas e de resistências da população negra no Brasil e no Acre, oferecendo espaços de interação e oportunidades formativas para aqueles que têm interesse em entender mais sobre o contexto das relações étnico-raciais no país.

Acontecendo anualmente na Ufac desde 2018, o Novembro Negro toma por inspiração as campanhas de conscientização mobilizadas no campo da saúde, a exemplo do setembro amarelo, em favor da prevenção do suicídio e do outubro rosa, que pauta a importância de prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. No caso do Novembro Negro, a referência feita é com relação ao mês da consciência negra, celebrada como data simbólica da resistência da população negra em busca de liberdade e igualdade no Brasil.

Sendo comemorada no dia 20 de Novembro, a data faz alusão à morte de Zumbi dos Palmares (1655 – 1695), líder do Quilombo dos Palmares (o maior quilombo de toda a América Latina, que reunia mais de 20 mil pessoas em resistência à escravização) e herói registrado no Livro de Aço dos Heróis e Heroínas Nacionais. A data se opõe à tradicional celebração do 13 de maio (data de assinatura da Lei Áurea pela Princesa Isabel) para questionar a forma como foi feita a abolição e afirmar que a libertação da população escravizada no Brasil foi uma conquista dessa mesma população, e não algo cedido pelo Império brasileiro.

Na Ufac, ao longo dos seus 5 anos de existência, a campanha tem promovido atividades relacionadas às discussões raciais e à história e cultura afro-brasileira e africana, através de exposições de artes e de livros, palestras e mesas de discussão sobre racismos e antirracismos em escolas e universidade, e até mesmo pratos típicos da cultura afro-brasileira e africana no Restaurante Universitário.

Este ano, sob o tema “Diga ao povo que avance. Avançaremos!”: as Políticas de Promoção de Igualdade Racial entre desmontes, resistências e remontes, o evento busca discutir o estado atual das políticas públicas de promoção de igualdade racial, bem como as possibilidades de construções para o futuro. A programação ocupa todas as semanas do mês de Novembro e prevê a realização de palestras em escolas da Educação Básica, rodas de conversa acerca de literatura negra brasileira, jornalismos, negritudes, dentre outros temas, bem como seminários acerca de bancas de heteroidentificação e educação das relações étnico-raciais.

Dentre as ações, também se inclui a Semana Em Favor de Igualdade Racial (Sefir), evento acadêmico que já se encontra em sua 8ª edição. A Sefir fornece espaço para minicursos sobre diversas temáticas voltadas para as relações étnico-raciais, bem como grupos de trabalhos acadêmicos e palestras.

A participação no evento é aberta para toda a comunidade e acontecerá com ações presenciais e remotas.

Confira a programação do V Novembro Negro (INSERIR LINK: https://www.ufac.br/neabi/eventos/programacao-do-vi-Novembro-negro-ufac) e da VIII Sefir (INSERIR LINK: https://www.ufac.br/neabi/eventos/inscricoes-em-minicursos-e-submissao-de-trabalhos-viii-sefir) no site do Neabi/Ufac (INSERIR LINK: https://www.ufac.br/neabi) e participe!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*