Autoaceitação – como está a sua?

Durante a infância nós temos a primeira fase do desenvolvimento. Nós aprendemos as famosas regras socias, ou seja, o que é aceitável ou não na sociedade. Isso vai ser influenciado pelas reações que os cuidadores possuem diante dos comportamentos e define como acreditamos que devemos interagir com o outro, como alguém pode interpretar nossas atitudes e assim ter uma percepção de como somos.

Já na adolescência, o autoconhecimento vai além da família. O indivíduo possui a necessidade de se sentir parte de um grupo, precisamos da aprovação do outro para validar nossas atitudes.

Percebemos que hoje, a aprovação e aceitação do outro se tornou muito maior. Aquela sala de aula de 30 alunos, se transformou em um mar nas redes sociais que ultrapassam mil pessoas. Diante dessas particularidades, nos vem um questionamento: Você se conhecer de fato? E se aceita?

Na tentativa de ser aceito, muitas vezes nos perdemos de nós mesmos. O que é a nossa existência se nós não nos aceitarmos? O primeiro passo para a autoaceitação é o autoconhecimento, quais as suas qualidades, defeitos, habilidades, dificuldades… pois só assim compreendemos qual o nosso limite e as nossas potencialidades. Se reconhecer ao se olhar no espelho e ter certeza que aquele reflexo é quem você, nos ajuda a enfrentar e conquistar o mundo!!

Desejo a todos um feliz Natal e próspero Ano Novo. E que nesse final de ano possamos nos conhecer e aceitar mais, para que as metas de 2022 sejam alcançadas com sucesso e o melhor: COM SAÚDE!

Deixe uma resposta