Empadão goiano

Receita típica da região central do Brasil, a identidade do empadão goiano é tão forte que hoje não há nada que represente melhor a culinária de Goiás. Surgiu quando o estado ainda se chamava Vila Boa, há quase 150 anos, e já está presente na mesa dos moradores da cidade há cinco gerações.

Acredita-se que o ancestral do empadão goiano seja europeu, consumido principalmente em Portugal e na Espanha, sendo basicamente uma torta salgada recheada com vários tipos de carnes (bovina, aves, peixes ou mariscos). A torta era originalmente chamada de empada ou empada goiana, até que nos anos 80 passou a ser chamada de empadão goiano como estratégia para fortalecer as tradições do estado.

As receitas podem várias, mas a base da torta geralmente é feita a base de farinha de trigo. No recheio, pode ir de tudo um pouco, frango desfiado, linguiça, lombo ou pernil de porco temperado e frito, cortado em cubos, ovos cozidos, queijo minas, azeitonas e guariroba (palmeira nativa do Brasil e do Paraguai).

Alguns dos ingredientes utilizados na preparação do empadão podem ser obtidos localmente enquanto outros precisam ser trazidos de outros lugares, como a farinha de trigo e as azeitonas. Assim, pode-se dizer que o empadão deve ter tomado suas formas atuais no contexto da expansão da fronteira agrícola do estado e também a partir da implantação e expansão de ferrovias e rodovias.

Por esse valor simbólico, o empadão é consumido com uma certa ritualização. Isto pode ser constatado comparando-se as ocasiões em que é servido com aquelas em que se servem empadas ou empadinhas, que seriam parecidas se não fosse pelo tamanho e pelo significado simbólico. As empadinhas são normalmente encomendadas e servidas em aniversários, casamentos e reuniões comerciais, enquanto o empadão goiano é preparado e servido em casa, em datas festivas e reuniões familiares.

MASSA:

  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo – 360 g
  • 3 colheres (sopa) de manteiga sem sal – 150 g
  • 1 ovo – 48 g
  • ½ xícara (chá) de água gelada – 100 ml
  • 1 colher (sopa) de sal – 2,5 g

RECHEIO:

  • 2 peitos de frango cozido e desfiado – 500 g
  • 6 linguiças finas cortadas em pedaços – 300 g
  • 1 prato fundo de queijo minas em cubos – 400 g
  • 2 xícaras (chá) de guariroba em cubos – 200 g
  • 10 unidades de azeitonas cortadas sem semente – 50 g
  • 3 dentes de alho picado – 8 g
  • 1 cebola picada – 100 g
  • Sal e pimenta a gosto
  • 1 copo (requeijão) de caldo de frango – 250 ml

MODO DE PREPARO

MASSA:

  • Junte todos os ingredientes até formar uma massa homogênea
  • Deixe descansar por 30 minutos na geladeira
  • Abra 70% da massa e forre uma assadeira
  • Pré assá-la por aproximadamente 15 minutos a 180°C.

RECHEIO:

  • Frite o alho, depois a cebola em um fio de azeite
  • Acrescente a linguiça e deixe fritar até ficar dourada
  • Acrescente os outros ingredientes e deixe refogar
  • Coloque o recheio (frio) na assadeira já forrada com a massa
  • Abra o restante da massa e cubra, apertando as bordas para fechar bem
  • Leve ao forno pré-aquecido, a 200ºC por 30 minutos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*