Um motivo a mais para torcer pelo Brasil na Copa do Catar

A Copa do Mundo começa amanhã e a expectativa de que a nossa Seleção consiga a sexta conquista é sem sombra de dúvidas muito grande. Chegamos para essa disputa em um momento muito favorável, nossos jogadores estão atuando novamente em muito bom nível. O momento é de muita esperança, porém para nós acreanos um elemento especial nos move a acompanhar cada jogo com mais atenção ainda. Pela primeira vez na história das Copas, um acreano irá representar o país na disputa do mundial, o goleiro Weverton, de 34 anos, ele mesmo, lá da baixada da Sobral, periferia da capital acreana, filho da Dona Josefa, marido da Dona Jaqueline, e pai da Valentina e do Olavinho, estará no grupo escolhido por Tite para representar o nosso país no Mundial do Catar 2022.

Início da trajetória, atuando pelo Juventus-AC (Foto: Reprodução)

A trajetória do nosso paredão não foi nada fácil. Mas o que pouca gente sabe é que o nosso Weverton começou na verdade como jogador de linha…pode acreditar…daí a habilidade com a bola nos pés. Ele era jogador de linha, fã do Ronaldo Fenômeno, mas aí em um campeonato de bairros no ano de 2003 o goleiro do time faltou e sobrou para o nosso craque a missão de defender a meta – quem mandou ser o mais alto daquele time…desde então nunca mais abandonou a posição, embora segundo ele fosse até bom na linha e fizesse muitos gols. Na ocasião foi visto por um dirigente do Juventus-AC que o convidou para um teste no clube, elogiando muito a atuação dele naquele dia…ele chegou a relutar, explicando que não era goleiro e que apenas estava substituindo o amigo que tinha faltado…tarde demais meu camarada. O convite foi no sábado e o teste seria na segunda…passou o domingo pensando e resolveu ir lá pra ver o que ia acontecer. Fez o teste e ficou no clube, desse dia em diante foi cada vez mais se apaixonando pela posição. Em 2005, ainda atuando no time acreano participou da Copinha, e em uma partida contra o Corinthians-SP, fechou o gol, embora sua equipe tenha sido derrotada por 1 a 0. A excelente atuação do nosso goleiro rendeu o convite para realizar um teste na equipe paulista. Mais uma aprovação passando então a integrar a base do Timão. Chegou a ser incorporado à equipe principal, porém não teve chances e pediu para ser emprestado, rodou por Remo-PA, Oeste-SP, América-RN e Botafogo-SP, até chegar à Portuguesa-SP em 2010. Atuando pela Lusa naquele ano faltou apenas um pontinho para o acesso.

Jogando pela Portuguesa-SP, Weverton foi campeão da Série B em 2011 (Foto: Reprodução)

No ano seguinte, 2011, a Portuguesa foi campeã da Série B ficando nada mais nada menos que 17 pontos à frente do segundo colocado. Novamente protagonista da equipe, Weverton viu então a oportunidade de finalmente disputar uma Série A se tornar real, algo com que sonhava já fazia algum tempo…seria a realização de um sonho. Com o bom desempenho defendendo as cores da Lusa, Weverton recebeu uma proposta do Athletico-PR, que tinha sido rebaixado naquele ano. Financeiramente era melhor, mas disputar novamente uma segunda divisão não estava nos planos do nosso goleiro. Foi aí que entrou novamente a interferência precisa de D. Josefa, mãe do nosso acreano. Ela usou uma passagem bíblica do livro de Gênesis, o orientando a “ir sem olhar para trás”. Weverton ainda questionou: “Mãe, a Sra. tem certeza?”. A relação entre os dois sempre foi muito forte e o laço afetivo e divino entre mãe e filho sempre prevalecia. Obediente ao conselho de Deus por intermédio da mãe, porém criticado por muitos, Weverton partiu para se tornar ídolo do Furacão. Dona Josefa nos deixou no ano de 2020 quando estava em Curitiba realizando um tratamento de saúde.

Ídolo e capitão da equipe, Weverton comemora com a torcida do Furacão a conquista do Campeonato Paranaense do ano de 2016. (Foto: Reprodução)

O bom desempenho no time paranaense fez com que Weverton figurasse entre os melhores do Brasil na posição, despertando também os olhares de Rogério Micale, treinador da seleção Olímpica em 2016. Resumindo um pouco a história, nosso goleiro na verdade não fazia parte dos planos da Seleção naquele período, porém com a contusão de Fernando Prass, um dos atletas com idade superior a 23 anos daquele grupo, foi feita uma operação de emergência para recompor o grupo, e o nome indicado pela comissão foi o de Weverton, que até o momento não constava nem na lista de suplentes. Novamente não foi fácil, mas finalmente conseguiram e o goleiro acreano foi o herói daquela medalha inédita.

Weverton pulou no canto certo e defendeu a cobrança de Peterson na conquista do ouro olímpico no Rio em 2016. (Foto: Reprodução)

Agora medalhista olímpico o horizonte se expandiu mais ainda. Em 2018 o Palmeiras pagou a multa e contratou o goleiro. Embora sendo um dos melhores goleiros do Brasil e tendo no currículo uma medalha olímpica, parte da torcida e da mídia esportiva chegaram a criticar a contratação, considerando desnecessária. No Verdão estavam Prass e Jailson, Weverton chegaria como a terceira opção do então treinador Roger Machado…o final da história vcs já sabem né…titular absoluto da posição após seis meses, coleção de troféus, com destaque para duas Libertadores da América (2020 e 2021), uma Copa do Brasil (2020) e dois Brasileiros (2021 e 2022). Além de diversas premiações individuais como melhor goleiro.

Weverton comemora com a pequena Valentina a conquista de mais uma Libertadores. (Foto: Reprodução)

Após tudo isso, a presença de Weverton no grupo que irá representar o Brasil no Mundial do Catar já era esperado. O nosso goleiro estará ao lado de muitos craques e como já vimos tem toda a competência de estar entre os titulares, porém isso fica à cargo de Tite…mas se precisar dele, tenho certeza que ele vai dar conta do recado.

A caminhada do Brasil no Mundial começa na próxima quinta-feira (24). a nossa seleção irá estrear contra a Sérvia às 14 horas, horário do Acre, depois vai enfrentar a Suíça no dia 28 e fechando a fase de grupos terá pela frente Camarões no dia 2 de dezembro. A abertura do evento acontece neste domingo (20), às 10h (horário do Acre), no estádio Al Bayt. Logo em seguida Catar e Equador entram em campo para disputar a primeira partida da competição. Finalizando gostaria de me desculpar pelo tempo que fiquei ausente daqui…prometo ter mais constância…perdão mesmo. Quanto a Copa, nossa torcida é que realmente possamos conquistar mais essa taça. no atual grupo um dos jogadores mais contestado é o Daniel Alves…pela idade, pela falta de ritmo, mas a escolha é sempre do treinador. É natural pensarmos em um gol do Vini Jr, do Pombo ou do Neymar…mas já pensou um gol na final do Dani Alves…seria no mínimo muito interessante…kkkkk. Brincadeiras à parte vamos torcer mais uma vez pelo Brasil. Sim pelo Brasil, pelo sucesso do Brasil e independente do pé que marque o gol, o importante é que seja feito a nosso favor…chega de gol contra. Sigamos e prossigamos. Um forte abraço e até a próxima.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*