Um Lugar Silencioso 2 – A melhor estreia de julho

Este humilde colunista decidiu aproveitar o mês de julho para acompanhar a maioria dos filmes que estavam sendo lançados no nosso cinema, entre eles: Velozes e Furiosos 9; Viúva Negra; Space Jam e, por último, Um Lugar Silencioso 2, sendo esse o melhor lançamento em disparada do mês.

Obviamente, o filme é uma continuação direta do filme “Um Lugar silencioso” e traz os mesmos atores apresentados na premissa da saga, são eles: Emily Blunt, Millicent Simmonds e John Krasinski. O filme também introduziu um novo personagem interpretado pelo digníssimo Cillian Murphy, responsável por dar a vida ao nosso bandido glamouroso Thomas Shelby na icônica série Peaky Blinders. O longa foi dirigido pelo próprio John Krasinski e estreou no cinema no dia 22 de julho com 1 hora e 37 minutos de pura emoção.

Caso você nunca tenha assistido o primeiro filme da saga, aqui vai um breve resumo sem spoiler contado de uma forma rápida e objetiva. O filme nos mostra a vida da família Abbot dentro de um mundo pós invasão alienígena. As criaturas, além de serem extremamente rápidas, possuem uma característica marcante: sua audição é fenomenal, ou seja, o absoluto silêncio é a melhor ferramenta de sobrevivência. Entre as milhões de vítimas dos aliens estava o filho caçula da família, e cada um dos integrantes carrega a culpa desse acontecimento. O clímax do filme começa quando a personagem Evelyn Abbot entra em trabalho de parto. O resto eu não posso contar, mas te digo uma coisa, ter um filho e não poder gritar é simplesmente agoniante.

O longa foi totalmente ao contrário das minhas expectativas. Após o final do primeiro filme, eu podia jurar que esse seria totalmente diferente, inocentemente acreditava que seria mais voltado para a ação. Como eu estava enganado! Incrivelmente, a narrativa preserva o clima de tensão e silêncio apresentado na premissa, o que deixa o telespectador completamente atônito em frente à telona.

É extremamente importante destacar aqui a atuação da fofa e carismática Millicent Simmonds, que interpreta a filha do meio. Sendo uma pessoa com deficiência auditiva e interpretando uma semelhante, Simmonds consegue transmitir com perfeita maestria os sentimentos e conflitos da personagem, sem sombra de dúvidas é uma pessoa que gostaríamos de ver ganhando um Oscar. Cillian, interpretando o personagem Emmett, também está em perfeita sintonia com o seu personagem e digamos que ele tenha essa facilidade para interpretar personagens carrancudos, mas que são carismáticos nos momentos certos.

A trilha sonora também é de outro mundo (juro que não é uma piadinha com os aliens), naturalmente elas são bem discretas na maior parte do tempo, mas mesmo assim são peças fundamentais para criar toda a atmosfera de suspense que percorre o filme.

Para finalizar, gostaria de deixar essa super recomendação. Um Lugar Silencioso 2 ainda está em cartaz nos cinemas e vale muito a pena para quem curte suspense misturado com aquele draminha familiar.

Curtiu a indicação de série? Se for assistir, poste uma foto e marque o nosso Instagram @agazeta.netac.

Samuel Cruz é estudante de jornalismo e estagiário na TV Gazeta.

Deixe uma resposta