17-02-21-Your name coluna capa

Your name: filminho para assistir com o mozão

Aproveitando o clima de São Valentim, a coluna de hoje vai falar sobre um dos melhores filmes de romance já feitos. Então,se acomode e confira um pouco sobre a animação “Your Name”.

Kimi no na wa ou, traduzido para o inglês, Your Name foi lançado em 2017, no Brasil, e possui aproximadamente duas horas de uma experiência fantástica. Escrito e dirigido por Makoto Shinkai, o filme conta a história de Mitsuha e Taki, pessoas totalmente opostas e que inicialmente não fazem ideia da existência um do outro. Até que, por causa de um evento misterioso, os dois começam a “sonhar” como se estivessem possuindo o corpo do outro, e a aventura começa.

A obra também retrata uma clássica lenda oriental conhecida como Akai ito (fio vermelho), que de forma resumida conta que existe um fio vermelho que liga duas pessoas desde o seu nascimento e essas pessoas estão destinadas a se amarem.

17-02-21-Your name coluna personagens

Como o próprio título diz “Your name = qual o seu nome?”, aborda os relacionamentos de forma mais pessoal, em uma era em que as pessoas mantêm a convivência de forma online, o filme traz essa necessidade de descobrir mais sobre o próximo, por isso, podemos ver ao longo da animação a importância do nome e quão especial isso pode ser.

O filme conta uma animação impecável. Conseguimos distinguir locais conhecidos de Tóquio nos mínimos detalhes e a fotografia também colabora muito para ficarmos com os olhos marejados. São ambientes realmente incríveis.

17-02-21-Your name coluna fotografia

O roteiro, apesar de possuir suas complexidades, consegue encaixar todos os plot twits ao longo do enredo sem deixar pontas soltas. Recomendo assistir mais de uma vez para experimentar a experiência completa e todos os questionamentos que a animação quer transmitir.

A trilha sonora consegue dar um “tcham” a mais. Todo otaku, por mais novo que seja no mundo dos animes, já escutou pelo menos algumas vezes a música Nandemoya que é tema do filme, uma prova de quão marcante essa trilha se tornou.

Sendo uma ótima opção para quem gostaria de assistir algo diferente com o mozão ou simplesmente derramar algumas lágrimas por estar solteiro, o filme está disponível na Netflix, tanto legendado, quanto dublado.

Assistiu ao filme e gostou da indicação? Então marque o @Agazeta.net e use a #osestagiarios e nos fale o que você achou.

Samuel Cruz é estudante de jornalismo e estagiário no site Agazeta.net.

Deixe uma resposta