Em encontro realizado com representantes de 15 povos indígenas, Tião Viana sugeriu que os troncos linguísticos dos povos do Acre sejam ensinados em escolas públicas e centros de estudos de línguas locais.

CPI parada

A CPI da Sehab não anda. Mesmo tendo sido instalada por via judicial, os governistas deram um jeito de implodi-la. Os dois únicos membros da oposição na comissão não conseguem nem aprovar os requerimentos de convocação porque são derrotados pela maioria governista.

Manobras

A CPI da Sehab, que estabeleceu as tardes de terça e quarta para as reuniões, não teve sequer uma reunião de trabalho propriamente dita. A primeira, que deveria acontecer nesta terça-feira (20) foi abortada porque o presidente da CPI, Lourival Marques (PT), não apareceu na assembleia e nem justificou a ausência.

Engessada

Os membros da CPI da Sehab continuam sem saber de nada. Queriam acesso ao inquérito, não tiveram. Não conseguiram convocar o delegado responsável pelo inquérito porque este está no Rio de Janeiro fazendo um curso.

Engessada II

A CPI tem apenas seis dias para se reunir, antes do recesso do meio do ano. Tempo insuficiente para fazer o que até agora não foi feito. Os deputados de oposição ameaçam denunciar as manobras através de discursos na tribuna da casa. Eles querem a convocação imediata do ex-secretário de Habitação, Jamil Asfury, e da chefe do Gabinete Civil, Márcia Regina.

Ou vai…

Deputado Gehlen Diniz (PP) vai apresentar um requerimento, na sessão desta quarta feira, pedindo informações do governo. Ele quer saber o porquê de o Governo do Estado continuar pagando integralmente a pensão de todos os ex-governadores, a despeito da Lei, aprovada na Assembleia Legislativa e sancionada pelo governador, que veta esse gasto.

… ou racha

Caso o Governo do Estado não forneça as informações e não cesse o pagamento das pensões de ex-governadores imediatamente, o deputado Gehlen Diniz vai entrar com uma ação civil pública junto à promotoria de Patrimônio Público, contra o governador do Estado.

Não falta

Ao que parece não falta dinheiro. O Governo do Estado enviou para a Assembleia Legislativa um projeto criando 21 novos cargos, com salários que variam de R$ 3,5 mil a R$ 18 mil. A justificativa é a criação de um “Consórcio para a promoção do Desenvolvimento Sustentável”.

Pede pra sair

Presidente Temer se afunda cada vez mais. Nesta terça feira, a reação contra ele atingiu o Legislativo, único local onde ainda tinha apoio. A derrota da Reforma Trabalhista na CAS (Comissão de Assuntos Sociais) do Senado por 10 x 9 só foi possível com a “ajuda” de ex-aliados do Palácio.

Mau gosto

Piadinha de mau gosto que circulou nos corredores do Congresso apontava a ausência do senador Sérgio Petecão (PSD) como determinante para a derrota da Reforma Trabalhista. Petecão é o maior defensor das reformas de Temer, em plagas acreanas. Essa foi a maior derrota de Temer desde que assumiu o poder.

Tramitação

A Reforma Trabalhista segue agora para a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado onde a previsão é que seja apreciada no próximo dia 28, juntamente com o relatório derrotado. Em oito dias, Temer pode perder ainda mais aliados e essa reforma nem ir para votação em plenário.

Ironia

É uma ironia desgraçada: o presidente Temer viaja para a Rússia com o objetivo primordial de promover o comércio de carne com o Brasil. É a primeira agenda em Moscou pós-Operação Carne Fraca. Joesley Batista, da JBS, deve estar rindo à toa.

Policarpo Quaresma

Em encontro realizado com representantes de 15 povos indígenas do Acre para avaliar políticas públicas nas aldeias e a implantação do programa de “desenvolvimento sustentável”, o governador Tião Viana se empolgou. Em determinado momento, sugeriu que os troncos linguísticos dos povos do Acre sejam ensinados em escolas públicas e centros de estudos de línguas locais.

Policarpo Quaresma II

A ideia já foi abordada pelo jornalista e escritor Lima Barreto no clássico ‘Triste Fim de Policarpo Quaresma”. Policarpo defendia o ensino do tupi guarani como uma forma de valorização da cultura brasileira. O título do livro já dá uma ideia do desfecho.

200 vagas

Caged confirma saldo positivo na geração de empregos em maio. Mas, é aquele azul fraquiiiinho… 200 vagas. Mas, é um indicativo bom. Ter geração de emprego é sempre bom. O destaque fica por conta de Cruzeiro do Sul e Tarauacá. Estão melhor colocadas que a Capital na avaliação.

Sugestões, críticas e informações quentinhasdaredacao@gmail.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*