Frente Popular está com pesquisa sendo feita. Já já saem números quentinhos para análise e degustação interna para poucos papas da coligação. Os contatos são sigilosos. No gabinete do “chefe”, nem os copeiros podem entrar.

Rendeu

A visita do ministro da Saúde, Ricardo Barros, está rendendo muito mais que os prometidos R$ 6,5 milhões.

Susto

O deputado Jenilson Lópes (PCdoB) ficou assustado quando o ministro afirmou que sindicato só presta para exigir aumento e que no que depender dele (Ricardo Barros), todas as unidades de saúde terão ponto eletrônico, para poder demitir médicos relapsos.

Ruim

Em vez de ajudar na campanha de Gladson Cameli (PP), a visita do ministro acabou sendo um tiro no pé do senador que, todo orgulhoso, acompanhou o ministro. Quem ouviu o ministro falar saiu com uma certeza nada benéfica a Gladson.

Que isso…

Pegou mal a recusa do governador Tião Viana em receber o movimento grevista do Pró Saúde. Custava nada ouvir o povo!

… companheiros

Pegou mal também todos os deputados do PT se retirarem da reunião que deu voz às reivindicações e desabafos dos servidores do Pró Saúde. Tão brincando com coisa séria!

Empáfia

Aliás, o líder do governo e o líder do PT andam com altos níveis de empafiol no sangue. Segundo comentários dos colegas, os dois não aceitam sugestões e querem fazer tudo do jeito deles. Democracia é palavra de conteúdo desconhecido no dicionário da dupla. Eu hein?

Podem atirar

A deputada Leila Galvão não integra a corrente dominante do PT, mas já mostrou que tem força e voto. Boicotarem-na dentro do partido não vai servir para nada. Leila pode sim, mudar de partido e levar os eleitores.

Estratégia

O governador Tião Viana (PT) tem se mostrado o melhor estrategista político do partido. Essa ideia dele de lançar quatro pré-candidatos ao governo para se cacifarem e o melhor vir a ser o candidato ao governo do partido, foi brilhante.

Estratégia II

Com isso, a militância e os candidatos que andavam cabisbaixos, esmagados pela antecipação da “inevitável vitória” de Gladson Cameli (PP), foram sacudidos e estão todos em campo.

Estratégia III

O efeito foi tão benéfico, que a ação poderia até resultar numa derrota do candidato do PP. Embora para isso, a FPA tenha que acionar os anjos, arcanjos e querubins, porque nos rios e barrancas do Acre, de cada 10 eleitores, 8 são Gladson.

Mudança

O eleitor de Cameli não quer saber das qualidades ou defeitos dele. Quer votar nele e ponto final. Uns por amor sem causa; outros porque querem mudança, seja ela qual for; outros ainda, porque acreditam nas promessas de Gladson. Enfim…

Pesquisa

E por falar em números… Frente Popular está com pesquisa sendo feita. Já já saem números quentinhos para análise e degustação interna para poucos papas da coligação. Os contatos, feitos com instituto de pesquisa nacional, são sigilosos. No gabinete, nem os copeiros podem entrar no gabinete “do chefe” quando o assunto é discutido via teleconferência.

Pesquisa II

Os quatro pré-candidatos da Frente vão ser passados a limpo por essa pesquisa. O capital político deles será exposto. Como se diz no popular: “é hora de separar os meninos dos adultos”.

Há algo de down…

Essas homenagens feitas ao governador Tião Viana de forma tão antecipada ao fim do mandato soam, no mínimo, estranhas. O que está acontecendo?

Sugestões, críticas e informações quentinhasdaredacao@gmail.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*