Petecão tomou o PSC e o entregou ao ex-vereador Carlos Beirute e ao pastor José. Antônia Lúcia terá que buscar uma nova sigla para chamar de sua.

Mexeu com uma…

Mulherada do PT em pé de guerra por causa de matéria publicada em um site local que relembra affair de antes da campanha.

… mexeu com todas

O espírito de defesa de gênero só baixa quando a atingida é uma mulher da FPA.  O mantra parece ser “Só mulher da FPA tem honra”.

Sozinha

Quando a deputada Eliane Sinhasique foi chamada de “dePUTAda” nas redes sociais, as mulheres que hoje estão mais bravas que “siri na lata” mantiveram um silêncio sepulcral. E a Secretaria da Mulher nem emitiu nota! Será que era porque o agressor era filiado ao PT?

Na poeira

Senador Sérgio Petecão (PSD) agora é o feliz proprietário de dois partidos. Ele passou uma rasteira na ex-deputada federal Antônia Lúcia e tomou o PSC dela.

Na poeira II

Petecão tomou o PSC e o entregou ao ex-vereador Carlos Beirute e ao pastor José. Antônia Lúcia terá que buscar uma nova sigla para chamar de sua.

Reação

Quem conhece a Filha da Terra treme só em imaginar a reação dela. Antônia Lúcia não é deixar nada barato. Por outro lado, Petecão não seria inocente de comprar uma briga às vésperas da campanha.

Cosa…

Em Senador Guiomard, o prefeito André Maia (PSD) que, em tese, teria na oposição apenas as duas vereadoras do PT, enfrenta uma realidade bem diferente. Uma das duas vereadoras do PT está dando sustentação ao prefeito.

… loka

Em compensação, os vereadores do PSDB, Celso Oliveira e Fabrício, se uniram a um dos vereadores do PP, Gilson da Funerária. Os três se juntaram à vereadora Francisca Macedo do PT e estão infernizando a vida do prefeito.

Tucanos brabos

Em Sena Madureira, o vereador do PSDB Josandro Cavalcante é o mais ferrenho opositor do prefeito Mazinho Serafim (PMDB).

Oposição, oposição…

Vereadores Professora Idalete (PSB); Magildo Lima (PP); Irmã Chaguinha (PP); Gilson da Funerária (PP); Professora Cláudia (PT); Cleilton Nogueira (PR); Celso Oliveira (PSDB); Professora Francisca Macedo (PT). Os nomes dos vereadores de Senador Guiomard, não.

Hora da vingança

Se (perceba bem, leitor)… se o deputado Ney Amorim quisesse se vingar da Tchurma que quer impedir a candidatura dele ao Senado, instalaria a CPI da BR. Como presidente, ele pode alterar a ordem ou votar antes a pertinência ou não das três CPI’s propostas pelo líder do governo.

Sem sentido

Investigar as prefeituras sobre FGTS e Previdência não precisa de CPI, basta solicitar ao TCE. E investigar agiotagem só justifica se os bancos (que são os maiores agiotas do país) forem investigados. A fragilidade das propostas do deputado Daniel Zen excluiriam os três pedidos. Eles só vão se manter se a intenção for mesmo impedir a CPI da BR.

Não é surpresa

Que ninguém se surpreenda se os deputados Gehlen Diniz (PP), apesar de sua atuação, acabar cooptado para implodir a CPI da BR. Afinal, por mais independente que tente ser, ele é do partido de Gladson Cameli, o maior expoente do PP. Talvez o partido priorize a blindagem de sua estrela e da família dele, atolada até os cabelos nas obras da BR.

Não é surpresa II

O deputado Nicolau Júnior é outro que deverá somar forças com a situação. Além de ser do mesmo partido dos Cameli, ainda é cunhado do senador.

Gregos e troianos

A CPI para investigar a aplicação de R$ 2 bi numa estrada que desmanchou, dificilmente sai. Situação e oposição têm pratos sujos guardados junto nesse armário. Vai atingir gregos, troianos e se duvidar nem bolivianos escapam. Portanto, esqueçam.

Sugestões, críticas e informações quentinhasdaredacao@gmail.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*