Consumidores formam filas em postos de combustíveis

Reajuste ainda não foi repassado para as bombas

Com o anúncio do reajuste nas refinarias de petróleo, as filas nos postos de combustíveis começaram a se formar nas primeiras horas desta quinta-feira (19).

Segundo a Petrobrás, o reajuste dessa vez é resultado do ataque às refinarias na Arábia Saudita, que eram responsáveis por 5% da produção mundial de petróleo.

O litro da gasolina foi reajustado em 3,5% e o do óleo diesel em 4,2%. Por enquanto, na bomba, o reajuste não foi repassado.

O frentista Antônio Santos conta que ficou surpreso com a movimentação, “cheguei aqui no posto e já tinha uma fila absurda, todo consumidor tem medo de mexer no bolso”.

Em nota, o Sindicato dos Postos de Combustíveis do Acre (Sindepac) destacou que o acréscimo só deve atingir o consumidor final a partir do momento que os postos comprarem novos estoques, por enquanto não é possível afirmar qual será o valor desse repasse.